Justiça do Trabalho e MPT-GO destinam R$ 1,8 mi para construção de usinas de oxigênio e distribuição de cestas básicas

O Tribunal Regional do Trabalho de Goiás (TRT-18), em parceria com o Ministério Público do Trabalho, destinou verbas provenientes de uma ação civil pública (ACP) em trâmite na 2ª Vara do Trabalho de Goiânia para a construção de três usinas de oxigênio medicinal em Goiás, destinação de um veículo para a Associação dos Portadores de Câncer de Mama (APCAM) e cestas básicas, além de álcool em gel e máscaras de proteção para famílias carentes de Goiás. Os recursos, provenientes de penalidades por descumprimento de normas trabalhistas, totalizam R$ 1,8 milhão. O acordo foi homologado pelo juiz do trabalho Alexandre Piovesan.

Desde o início da pandemia da covid-19, o TRT-18, em parceria com o MPT-GO, tem destinado recursos provenientes de ações civis públicas para prevenção e combate à pandemia do coronavírus. Somente no ano de 2020 foram destinados cerca de R$ 12 milhões a entidades governamentais e instituições filantrópicas do Estado. Os recursos são oriundos de indenizações pagas por empresas que desrespeitaram a legislação trabalhista.

O presidente do TRT-18, desembargador Daniel Viana Júnior, ressaltou a preocupação da Justiça do Trabalho em destinar recursos para ações de combate à pandemia da covid-19 e à fome nesses tempos de grave crise econômica. “Em Goiás, esses recursos têm sido destinados ao amparo à saúde, à pesquisa e à assistência social, frentes que têm sido essenciais durante esse período pandêmico”, ressaltou. 

Usinas de oxigênio

Do valor total dos recursos, R$ 1 milhão será investido no projeto de construção de três usinas de oxigênio medicinal em hospitais da rede estadual localizados nos municípios de Campos Belos (Centro-oeste), Porangatu (Norte) e Águas Lindas de Goiás (entorno do Distrito Federal). A entrega das usinas está prevista para o mês de maio. O valor estimado para a construção das usinas é de R$ 2,5 milhões e faltava R$ 1,2 milhão para concretizar o projeto, conforme informou o MPT-GO. 

O Estado de Goiás, assim como o resto do País, vive hoje o momento mais crítico da pandemia, com alta ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) destinadas a pacientes com covid-19 e altas demandas por oxigênio. A construção das usinas vai ser um reforço para a geração independente de oxigênio medicinal (O2) para o atendimento de pacientes acometidos com a covid-19. 

Cestas básicas e demais destinações

O restante da indenização, R$ 800 mil, vai ser  destinado para três frentes de ações. As instituições que serão beneficiadas foram definidas em reunião virtual entre o TRT-18 e o MPT-GO na semana passada. Aproximadamente R$ 400 mil serão revertidos em cestas básicas, que serão doadas a entidades cadastradas no Tribunal. A intenção é atender centenas de famílias em suas necessidades mais básicas de alimento, além de fornecer álcool em gel e máscaras de proteção, itens essenciais para prevenir o contágio pelo coronavírus.

Também será beneficiado com R$ 100 mil o projeto do MPT-GO “Mais um sem dor”, que tem objetivo de promover a formação humana por meio de qualificação profissional para indivíduos com perfil de vulnerabilidade, como pessoas em situação de rua, mulheres detentas e vítimas de violência doméstica, entre outros. 

Por fim, a Associação dos Portadores de Câncer de Mama (APCAM) vai receber cerca de R$ 100 mil para a compra de um veículo para auxiliar no transporte de pessoas em tratamento de câncer de mama do interior para a capital. O valor restante, R$ 200 mil, ficará à disposição do MPT para complementar o valor necessário para finalizar a construção das três usinas de oxigênio. 

Processo: 0002122-08.2010.5.18.0002

Leia mais: https://www.trt18.jus.br/portal/combate-covid-goias/

Lídia Neves
Comunicação Social / TRT-18

Ficou em dúvida quanto ao significado de algum termo jurídico usado nessa matéria?
Consulte o glossário jurídico: www.trt18.jus.br/portal/noticias/imprensa/glossario-juridico/
Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Covid, Covid_verbas, Jurídicas/Serviços/Estatísticas, Notícias, Socioambiental, TRT18. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.