Governança e Gestão de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC)

Governança corporativa é o “sistema pelo qual as organizações são dirigidas e controladas” (NBR ISO/IEC 38500). Compreende as “estruturas, funções, processos e tradições organizacionais que visam garantir que as ações planejadas sejam executadas de tal maneira que atinjam seus resultados de forma transparente” (Banco Mundial, 2013).

As funções básicas da governança são:

  • Avaliar o ambiente, os cenários, o desempenho e os resultados;

  • Direcionar e orientar a preparação, a articulação e a coordenação de políticas e planos, alinhando as funções organizacionais às necessidades das partes interessadas e assegurando o alcance dos objetivos estabelecidos

  • Monitorar os resultados, o desempenho e o cumprimento dos planos

Governança de TIC é o “sistema pelo qual o uso atual e futuro da TIC é dirigido e controlado mediante avaliação e direcionamento do uso da TIC para dar suporte à organização e monitorar seu uso para realizar os planos, incluída a estratégia e as políticas de uso da TIC dentro da organização” (Minuta de Portaria Gov TIC no SISP, 2016).

Gestão “é o meio ou o instrumento pelo qual o corpo governante alcança um resultado ou objetivo” (Cobit 5). Compreende “o sistema de controles e processos necessário para alcançar os objetivos estratégicos estabelecidos pela direção da organização” (NBR ISO/IEC 38500).

De acordo com o Tribunal de Contas da União, a responsabilidade pela gestão de recursos organizacionais pode ser delegada, mas não a responsabilidade pela prestação de contas. Por consequência, os atos de avaliar, dirigir e monitorar a gestão (próprios da governança) são de responsabilidade primária da alta administração e não podem ser delegados.

Reconhecendo a importância estratégica das ferramentas de TIC para a realização de suas funções institucionais, O TRT da 18ª Região instituiu a sua Política de Governança e Gestão de Tecnologia da Informação e Comunicação – PGTIC (Resolução Administrativa nº 148/2015).

São objetivos da PGTIC:

  1. Direcionar os recursos aplicados na gestão e no uso de TIC às prioridades institucionais, considerando os riscos envolvidos e maximizando a realização de benefícios para as partes interessadas;
  2. Prover mecanismos de transparência e controle de TIC;
  3. Definir papéis e responsabilidades dos envolvidos na governança e na gestão de TIC; e
  4. Assegurar conformidade aos normativos internos e externos.

Últimas notícias de TIC:

7 Varas do Trabalho de Goiânia e 4 de Rio Verde já contam com segunda sala de audiências
A medida vai trazer maior agilidade aos processos, já que possibilita realização de audiências simultâneas pelos juízes titular e substituto. O projeto deverá contemplar as demais varas da capital e do interior.
Ferramenta desenvolvida pelo TRT de Goiás auxilia emissão de ordens de bloqueio bancário
O sistema automatiza a elaboração e encaminhamento das ordens ao Bacenjud, tornando o bloqueio mais eficiente e menos trabalhoso. O sistema será utilizado por outros tribunais.
Ferramenta do TRT de Goiás auxilia emissão de ordens de bloqueio bancário
Uma ferramenta desenvolvida por um servidor do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (TRT18), com jurisdição em Goiás, e que auxilia os magistrados no bloqueio de valores devidos pelos condenados em ações trabalhistas no sistema financeiro foi
Biblioteca do TRT reabre as portas ao público
Localizada no 1º andar do Fórum Trabalhista, a biblioteca reabre após passar por reformulação do seu espaço físico. Atualmente estão disponíveis 11.700 obras para empréstimo.
Três nomes do TRT de Goiás integram Comitê Gestor Nacional do PJe
 Desembargador Breno Medeiros               Juiz Fabiano Coelho                       &

Mais notícias

Subpáginas

Os comentários estão encerrados.