TRT de Goiás vai receber prêmio ‘Conciliar é Legal’ do CNJ

Facebooktwitteryoutubeinstagram

 

O TRT de Goiás obteve o melhor índice de conciliação no ramo do Judiciário Trabalhista durante os 12 meses que antecederam a última Semana Nacional da Conciliação e receberá, no próximo 18/2, no Conselho Nacional de Justiça, o prêmio ‘Conciliar é Legal’. A informação consta de ofício encaminhado pelo presidente do referido Conselho, ministro Dias Toffoli, ao TRT-18.

Diante da notícia, o presidente do TRT-18, desembargador Paulo Pimenta, foi até o Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (Cejusc) de Goiânia para agradecer pessoalmente a dedicação dos servidores e magistrados que lidam diariamente com a conciliação.

Segundo o desembargador, o agradecimento se estende a todos que trabalham na conciliação no Tribunal, seja na capital ou no interior, já que a premiação valoriza todo o coletivo do TRT-18. “A conquista do prêmio é motivo de grande alegria para o órgão e o reconhecimento do labor cotidiano de cada uma de nossas magistradas e servidoras assim como de cada um de nossos magistrados e servidores, que compreendem a conciliação e por isso a buscam como a melhor solução para o conflito e não apenas para o processo”, disse o desembargador, que ressaltou o empenho não somente em semanas específicas, mas ao longo de todo o ano, esforço este que se reverte “em benefício da sociedade à qual servimos”.

Paulo Pimenta afirmou que o prêmio vem numa hora muito boa, de virada de gestão, que é valorizada no âmbito nacional. “Valoriza o trabalho que realizamos com esse foco fundamental que é solucionar o conflito”. Segundo explicou, a categoria em que o TRT-18 foi contemplada é a mais relevante pois o CNJ premia independentemente de inscrição prévia. “Só duas categorias não necessitam de inscrição prévia, a nossa e a que premia o melhor desempenho em conciliação durante a semana da conciliação”.

Presidente Paulo Pimenta com os conciliadores do Cejusc-Goiânia. “O mérito é todo de vocês. É uma premiação do 1º grau de jurisdição”

“No caso do TRT-18, foi o reconhecimento do dia a dia da conciliação, da nossa política de conciliação, da visão que temos da valorização da negociação do conflito e que a gente aplica aqui a vida toda”, disse. Ele destacou, ainda, que o mérito é dos conciliadores magistrados e servidores de primeiro grau. “Mais do que esse reconhecimento do CNJ, que é importante valorizar, temos o reconhecimento do trabalhador e do empregador e de cada parte que busca a Justiça do Trabalho”.

O desembargador também fez questão de estender o reconhecimento à classe dos advogados goianos, “que igualmente compreendem a conciliação em seu grande alcance social, igualmente dedicando-se a ela”.

Ele mencionou, por fim, que esta é a segunda vez que a 18ª Região recebe  premiação do “Conciliar é Legal”. A primeira foi entregue à juíza Wanda Lúcia Ramos, que recebeu o prêmio na categoria Instrutores em Mediação e Conciliação.  A homenagem se deveu à atuação da magistrada no curso de Capacitação de Conciliadores e Mediadores Judiciais do Regional goiano. Recentemente, Wanda Lúcia foi eleita vice-coordenadora do Cejusc-Goiânia.

Pacificação dos conflitos sociais

O Prêmio Conciliar é Legal foi criado pelo CNJ em 2010 a fim de identificar, premiar e dar destaque às práticas que buscam a solução de litígios por decisão consensual das partes, em ações que contribuem para a pacificação de conflitos no âmbito da Justiça brasileira.

Em sua décima edição, o prêmio será concedido nas seguintes categorias: Tribunal de Justiça; Tribunal Regional do Trabalho; Tribunal Regional Federal; Juiz Individual; Instrutores de Mediação e Conciliação; Ensino Superior; Mediação e Conciliação Extrajudicial; Demandas Complexas ou Coletivas; Tribunal de Justiça Militar; Tribunal Regional Eleitoral.

Leia mais: https://www.cnj.jus.br/regulamento-da-10-edicao-do-premio-conciliar-e-legal-ja-esta-disponivel/

Setor de Imprensa/TRT-18

Facebooktwitter

Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.