Presidente do TRT-GO entrega uniformes a brigadistas, que fazem simulação de primeiros socorros

A partir de agora, os agentes de segurança do Tribunal Regional do Trabalho de Goiás (TRT-GO) capacitados para atuarem como brigadistas civis usarão uniformes próprios. As vestimentas foram entregues aos agentes na manhã desta segunda-feira (27/3) pelos desembargadores Breno Medeiros e Paulo Pimenta, respectivamente, o presidente e o vice-presidente do Tribunal, em solenidade no Fórum Trabalhista de Goiânia. Na ocasião, os desembargadores, servidores e o público que transita pelo Fórum puderam assistir a uma simulação de atendimento de primeiros socorros a uma pessoa que acabara de ter um mal súbito. A encenação foi feita com o auxílio de servidores.

O TRT investiu R$ 5.073,75 na aquisição dos uniformes para os brigadistas. Os quatro conjuntos de roupas entregues ao Núcleo de Segurança Institucional e Prevenção a Incêndios contêm, cada um, cinco camisetas, três gandolas, três calças, um bornal, um cinto operacional e um tático, cinco pares de meia e uma bota (foto ao lado).

Ao discursar na entrega dos uniformes, o presidente Breno Medeiros lembrou que, certa vez, quando ele presidia uma audiência, um empregador sentiu-se mal e não conseguiu assinar uma ata. “Verifiquei que ele estava tendo um AVC. Naquela época, nosso Tribunal era menor e não tinha preparo para lidar com essas situações. Como não havia carro nem profissionais capacitados para socorrê-lo, eu o coloquei no meu próprio carro e fomos para o hospital. São situações como essa que não queremos mais que aconteça”, afirmou. Ele ressaltou que o TRT tem hoje agentes de segurança devidamente uniformizados e treinados para prestar atividades de auxílio a magistrados e a oficiais de justiça, cuidar da segurança institucional e prestar primeiros socorros a quem deles necessitar.

O vice-presidente, desembargador Paulo Pimenta, que é presidente da Comissão Permanente de Segurança do TRT, destacou que mais importante que a entrega dos uniformes é o fato de o Tribunal entregar uma equipe de agentes de segurança devidamente treinados e capacitados para o atendimento de primeiros socorros e para a evacuação dos prédios da Justiça do Trabalho em situações emergenciais. Dez agentes fizeram o curso de brigadista civil, que foi oferecido gratuitamente pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás.

O diretor-geral do TRT, Ricardo Lucena, salientou que o curso de brigadistas e a aquisição de uniformes e equipamentos de primeiros socorros atendem à Resolução 175/2016 do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT). O documento dispõe sobre as atividades de segurança institucional no âmbito da Justiça do Trabalho. De acordo com o diretor-geral, os Regionais têm prazo de dois anos para se adequarem às normas estabelecidas no documento. No entanto, ele frisou que o TRT-GO já atende a praticamente 100% dos itens dessa resolução, estando bem à frente de outros Regionais que ainda terão de se equipar e preparar seus agentes.

Wendel Franco
Seção de Imprensa-CCS

Adicionar o link permanente aos favoritos.

Os comentários estão encerrados.