Solenidade comemora os 30 anos da Vara do Trabalho de Catalão

Grande homenageado, o desembargador Paulo Pimenta participa do descerramento da placa comemorativa juntamente com o presidente, desembargador Breno Medeiros, o prefeito Adib Elias e o juiz Armando Bianki

O trigésimo aniversário da Vara do Trabalho de Catalão foi marcado por homenagens a personalidades que participaram da história da unidade judiciária, dentre elas o vice-presidente e corregedor do TRT18, desembargador Paulo Pimenta. A solenidade foi realizada no dia 29 de setembro, na sede da VT, e contou com várias autoridades do Judiciário e da região, dentre elas o desembargador-presidente, Breno Medeiros, o desembargador Aldon Taglialegna, o prefeito municipal, Adib Elias, o presidente da OAB, José Campos, e o presidente da Câmara Municipal, Deusmar da Rocha. Todos os discursos ressaltaram a excelência dos serviços oferecidos pela unidade e a dedicação dos magistrados e servidores que ali atuaram ou ainda atuam.

O juiz titular Armando Bianki, ao abrir a solenidade, disse que aplicar o direito do trabalho não é tarefa fácil e, por isso, na comemoração dos 30 anos de funcionamento da VT de Catalão, só se tinha a agradecer. Ele ressaltou o imprescindível apoio político e do Tribunal para a melhoria do funcionamento da unidade, bem como da imprensa local em auxiliar na interlocução da Justiça do Trabalho com a comunidade.

O magistrado aproveitou o momento para agradecer o que ele chamou de “os cinco pilares de sustentação da Justiça do Trabalho”, entregando homenagens ao representante dos empregadores, Carlos Rosa (gerente da Fagundes Mineração Ltda); dos empregados, na pessoa do trabalhador Valdir Nascimento; da advocacia, na pessoa do advogado Carlos Rosa, e dos servidores que atuam no TRT, na pessoa da diretora da unidade Renata Melo.

O quinto pilar destacado por Armando Bianki foi a figura do juiz e, na opinião do magistrado, nada mais justo do que homenagear a categoria na pessoa do desembargador Paulo Pimenta, juiz que por mais tempo atuou na unidade e que criou forte laços com a comunidade catalana. “Eu sei que o desembargador vai dizer que é um exagero, mas esta VT bem podia se chamar Paulo Pimenta, porque vossa excelência deu um nome à VT de Catalão. Duvido que alguém tenha mais dedicação e amor à VT de Catalão do que Paulo Pimenta”, exaltou.

Os cumprimentos a Paulo Pimenta também foram dados pelo presidente do Tribunal, que ressaltou o seu contentamento de celebrar o momento na condição de presidente do TRT junto ao seu colega e amigo Paulo Pimenta, que por mais de 15 anos conduziu e presidiu de modo brilhante a jurisdição trabalhista nesta cidade, afirmando que “a Justiça do Trabalho em Catalão brilhará para sempre”.


Agradecimentos de Paulo Pimenta

Bastante emocionado, Paulo Pimenta disse que recebia as homenagens em nome de todos os magistrados que atuaram naquele juízo ao longo das três décadas.

Ele afirmou que no período de mais de 15 anos em que exerceu a titularidade da unidade procurou dedicar-se com todas as energias para fazer um trabalho bem feito e dotar Catalão de uma estrutura condizente com as necessidades da Justiça do Trabalho. “A titularidade nesta unidade propiciou-me a oportunidade de, finalmente, residir em Catalão, cidade à qual, como é de conhecimento de todos, dedico um amor muito especial”.

O magistrado se disse muito gratificado por tudo que a VT de Catalão lhe proporcionou, desejando que a unidade continue paradigmática no cumprimento de sua missão constitucional de bem servir a comunidade local. O vice-presidente e corregedor ressaltou, ainda, o comprometimento da atual equipe da VT com a qualidade dos serviços e cumprimento dos prazos. “A Vara do Trabalho de Catalão tem a segunda maior demanda processual e apresenta os dez menores prazos na tramitação processual do Estado”, destacou.

Qualidade da prestação jurisdicional reconhecida

O prefeito Adib Elias afirmou a constante parceria da prefeitura com a Justiça do Trabalho local. “Esta cidade é uma das importantes do interior brasileiro e aqui nós temos uma das mais importantes justiças, porque aqui vocês promovem justiça social”, afirmou. O presidente da OAB, José Campos, também ressaltou a qualidade da prestação jurisdicional da VT: “em que pese a jovialidade, a VT demonstra estar abarrotada de capacidade e sabedoria”.

O desembargador Aldon Taglialegna, que já exerceu a titularidade da VT, comentou a sua satisfação de prestigiar os 30 anos da unidade. “Aqui aprendi a ser juiz, quando aqui cheguei tínhamos uma movimentação inicial de cerca de 400 processos e hoje são mais de três mil novas ações por ano. Isso reflete o progresso da região”, ressaltou.

Discurso Breno Medeiros

Discurso Paulo Pimenta

Márcia Bueno – Seção de Imprensa CCS

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.