Para compor acordos em 28 processos, juíza do Trabalho de Goianésia usa chamada de vídeo pela internet

Facebooktwitteryoutubeinstagram

A Vara do Trabalho de Goianésia realizou na última segunda-feira (25/3) 28 acordos em processos que se encontravam em execução há mais de três anos. No total, foram negociados mais de R$215 mil entre os 28 exequentes.

Os acordos foram mediados e homologados pela juíza auxiliar da VT de Goianésia, Laiz Alcântara Pereira, que se empenhou para o resultado alcançado na composição dos conflitos, tendo, inclusive, utilizado o recurso de chamada de vídeo, por meio do aplicativo WhatsApp, com o advogado de uma das partes exequentes que não pôde comparecer à audiência. 

Os advogados desse processo concordaram em participar da audiência por videoconferência, com o registro em Ata de Audiência e acordo para pagamento do valor devido.

A juíza do trabalho destacou que o uso das novas ferramentas tecnológicas é de fundamental importância para a resolução dos conflitos em uma sociedade que vem se tornado cada vez “digital”. Laiz Pereira entende que a tecnologia, especialmente em situações de conciliação, permite o encurtamento de distâncias e gera economia pois evita o deslocamento das partes e propicia o espírito conciliatório.

Também participaram das audiências de conciliação o diretor de Secretaria da VT de Goianésia, Edmilson Galdino, e as secretárias de audiência Késia Sgamatti e Ludimila Costa.

Setor de Imprensa – Com informações da Vara do Trabalho de Goianésia

 

Facebooktwitter

Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.