Autoridades ressaltam importância da Justiça do Trabalho na posse do desembargador Paulo Pimenta

A solenidade de posse do desembargador Paulo Pimenta na Presidência do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (Goiás) reuniu diversas autoridades municipais, estaduais e federais dos três poderes, além de amigos e familiares.

O governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado, destacou a importância da Justiça do Trabalho e a trajetória do desembargador Paulo Pimenta. Para Caiado, “Paulo Pimenta chega à presidência por merecimento e competência”.

Governador do Estado, Ronaldo Caiado, prestigia posse no TRT

Sobre a Justiça do Trabalho, Ronaldo Caiado ressaltou sua atuação em prol do Tribunal Regional do Trabalho de Goiás desde seu primeiro mandato como parlamentar. “É importante que seja dito que, desde meu primeiro mandato, me empenhei em buscar verbas federais para a aquisição da sede própria do Tribunal em Goiás e, depois, continuamos trabalhando para que o TRT fosse diferenciado, com apoio de toda a bancada parlamentar goiana”, afirmou. “Como governador, me sinto com muito mais responsabilidade de poder fazer uma gestão com total compartilhamento com o TRT18”, salientou ele.

OAB-GO

O presidente da OAB-Goiás, Lúcio Flávio de Paiva, disse que a nova gestão trará a continuidade da aproximação entre o TRT18 e a OAB-GO. “A gestão do presidente Platon foi de muita proximidade com a OAB Goiás”, salientou.

Para Lúcio Flávio, essa aproximação proporcionou melhorias para a prestação de serviços em várias áreas. Ele mencionou a brinquedoteca da Casag/OAB inaugurada ontem no primeiro andar do Fórum Tá abalhists, a rede Wi-Fi para advogados, entre outras realizações, revertendo em benefícios para os profissionais, os jurisdicionados e os cidadãos. “Sob a batuta do desembargador Paulo Pimenta, a OAB Goiás espera ampliar ainda mais essa parceria que tem sido muito boa para todos”, assinalou.

Lúcio Flávio mencionou o brilhantismo, a obstinação e a coragem do novo presidente do TRT, Paulo Pimenta, que “fará uma grande gestão”. Por fim, disse que a advocacia reitera o compromisso e a defesa intransigente da Justiça do Trabalho. “Onde se discutir a conveniência e a oportunidade de se manter essa especializada seremos um milhão e cem mil profissionais a defender esse que é o patrimônio da sociedade brasileira”, destacou.

MPT-GO

O procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho em Goiás, Tiago Ranieri, cumprimentou o desembargador Paulo Pimenta pelo início de sua gestão e afirmou que 2019 e os vindouros serão desafiadores para todas as instituições que compõem o sistema de Justiça Trabalhista. “Desafios recrutam competências e a cada nova responsabilidade que assumimos, uma nova versão de nós é exigida”, afirmou Ranieri ao destacar que as competências técnicas e estratégicos de Paulo Pimenta serão essenciais para trilhar o melhor caminho para a Justiça do Trabalho em Goiás.

Tiago Ranieri destacou que, neste momento, o Ministério Público do Trabalho ainda deseja para a nova gestão as virtudes do amor e da generosidade. Para o procurador do trabalho, o amor deve ser visto em sua versão de unidade, deixando o nosso coração em tudo o que fazemos. “Liderar uma instituição que distribui justiça social é uma oportunidade única de se fazer o bem, o belo e o justo e, segundo Platão, essa é a nossa única necessidade. Uma gestão com amor ou amor por uma gestão é uma oportunidade ímpar de se construir e de deixar um rastro de humanidade”, salientou o procurador-chefe.

Ranieri ainda mencionou a generosidade. “A generosidade juntamente com a vontade e a inteligência formam a nossa essência. A generosidade nos humaniza”, ressaltou. Tiago Ranieri citou ainda ser a “generosidade, em sua forma mais genuína e verdadeira, ligada a doação de si próprio e não de coisas, sem espera de contrapartida, sem espera de reconhecimento ou aplausos. A pacificação social que tanto buscamos na resolução das lides; o cumprimento dos comandos constitucionais, a unidade, a coesão e a lealdade dos integrantes que compõem o mundo do trabalho e das partes serão naturalmente alcançados quando eivados desse valor. Um líder é do tamanho de sua generosidade”, afirmou.

Ao final, o procurador do trabalho ratificou os votos e os melhores sentimentos para essa gestão e para esta casa, citando trecho do livro O profeta, de G. Khalil, em que “todo impulso é cego, exceto quando há saber. E todo saber é vão, exceto quando há trabalho. E todo Trabalho é vazio, exceto quando há amor”.

AMATRA18

O presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho da 18ª Região (Amatra18), juiz Cleber Sales, saudou os novos dirigentes que assumem a gestão da Justiça do Trabalho goiana em tempos difíceis mas desejando uma profícua administração e o “melhor futuro possível”. Ressaltou a abertura e o comprometimento dos novos dirigentes com a atividade-fim e declarou apoio nos caminhos comuns e lealdade em eventuais pensamentos divergentes. “A missão que lhe coube é árdua com a limitação de recursos ano ano mas vossa excelência, temos certeza, está no lugar certo e no tempo exato”, afirmou.

O magistrado salientou que a Justiça do Trabalho não existe por favor institucional e não representa um fim em si mesma. “Cuida-se de patrimônio constitucional posto à disposição da sociedade e a serviço da cidadania”, declarou. Acrescentou que a magistratura do trabalho segue altiva, consciente do seu dever constitucional e aberta para os diálogos institucionais fundados, “mas rechaça veementemente qualquer iniciativa baseada em meras bravatas”, assinalou.

Por fim, reconheceu a liderança do desembargador Paulo Pimenta. “Não teríamos neste momento figura mais talhada para liderarmos na caminhada, cujo ponto de chegada será sem sombra de dúvidas um lugar chamado superação de desafios”, concluiu.

Setor de Imprensa – CCS

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.