Inaugurada torre de treinamento no 8º Batalhão do Corpo de Bombeiros com recursos de multas trabalhistas

Facebooktwitteryoutubeinstagram

IMG_8783Foi inaugurada na manhã desta quarta-feira, 16/12, uma torre de treinamento operacional no 8º Batalhão do Corpo de Bombeiros, no Parque Amazônia. A obra foi construída pela empresa Ademaldo Construções a partir de parceria entre o TRT de Goiás, o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Corpo de Bombeiros. Os recursos utilizados na construção originaram de multas por danos sociais em ações civis públicas na Justiça Trabalhista. Autoridades do TRT-GO, MPT e do Corpo de Bombeiros participaram da solenidade de inauguração da torre.

A desembargadora Kathia Albuquerque, que esteve representando o presidente do TRT18 durante o evento, parabenizou o juiz Luciano Crispim, pela ideia inovadora e pioneira de sugerir a destinação da multa em uma ação civil pública na justiça trabalhista para construir essa torre de treinamento, que será de benefício para a sociedade.

IMG_8828A desembargadora lembrou o incêndio ocorrido em outubro deste ano no canteiro de obras do TRT e ressaltou a importância do trabalho do Corpo de Bombeiros, que muitas vezes só é percebida quando se necessita do trabalho deles. “Os senhores atendem a vida das pessoas, que é o bem maior, e tem de ser resguardada, muitas vezes com abnegação. Vocês merecem o maior respeito de cada um de nós”, a magistrada falou emocionada aos bombeiros presentes na cerimônia.

O comandante-geral do 8º BCB, o coronel Carlos Helbingen Júnior, agradeceu a parceria do TRT e MPT e explicou que essa torre de treinamento no 8º Batalhão, que fica em uma das regiões mais edificadas de Goiânia, vai trazer mais condições para que seja feito um trabalho de excelência no atendimento de salvamento em altura. “Ela permite treinamento com todas as habilidades necessárias para salvamento em altura e ações de combate a incêndio. A torre tem toda estrutura para que nossas equipes simulem incêndio em edificações e também para treinar as equipes de fiscalização sobre as normas de segurança exigidas por lei”, explicou.

IMG_8919Após a cerimônia, os militares fizeram várias simulações de incêndio e resgate de vítimas. Também participaram do evento o procurador do Trabalho Alpiniano do Prado Lopes, que agradeceu ao Tribunal a parceria com o MPT que fez possível a construção da Torre de Treinamento, o desembargador Daniel Viana Júnior, o juiz Luciano Crispim, o diretor da empresa Ademaldo Construções, Ademaldo Carlos Cabral, dentre outros.

Torre de Treinamento

Com altura total de 16 metros, a torre possui quatro pavimentos, reserva técnica subterrânea de 27 mil litros de água, além de sistema de detecção de incêndio e alarme, hidrantes e extintores, escada enclausurada, sinalização de emergência e sistema de sprinklers, dispositivo com cápsula que se rompe automaticamente quando um incêndio é iniciado.

Os principais objetivos da Torre são a capacitação e o aperfeiçoamento operacional dos militares do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás, nas áreas de altura, salvamento terrestre, combate a incêndio e resgate pré-hospitalar. A obra foi orçada em R$ 336 mil.

Lídia Neves – Seção de Imprensa – DCSC

Ouça abaixo a notícia veiculada na Rádio Web TRT Goiás e veja a galeria de fotos.

 

Facebooktwitter

Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.