Desempenho da 14ª Vara do Trabalho de Goiânia no IGest é destaque em correição

Corregedor com a equipe da 14ª VT

A 14ª Vara do Trabalho de Goiânia ocupa o 16º lugar entre 318 Varas do Trabalho existentes no país com mesma movimentação processual, de acordo com o ranking do Índice Nacional de Gestão de Desempenho da Justiça do Trabalho (IGest), da Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho. Em relação às demais Varas da capital, a 14ª VT aparece em 2º lugar no mesmo ranking. Esse desempenho foi enaltecido pelo corregedor do TRT-18, desembargador Daniel Viana, durante a correição realizada na 14ª VT no último dia 23.

Desembargador Daniel Viana com os juízes Elias Soares e Antônia Helena Taveira e com o diretor de Secretaria da Corregedoria, Marcelo Marques

A ata correicional ainda traz outros destaques. Um deles é o aumento da produtividade da unidade judiciária entre os anos de 2016 e 2018, período no qual a produtividade saltou de 96% para 120%. Em relação ao prazo médio da entrega da prestação jurisdicional, a ata registra que até julho deste ano esse prazo era de apenas 38 dias no rito sumaríssimo e de 130 dias no ordinário, bem abaixo da meta fixada pela Corregedoria Regional, de 90 e 180 dias, respectivamente. Isso demonstra o comprometimento e a operosidade dos magistrados Antônia Helena Taveira, titular, e Elias Soares, auxiliar, conforme a ata.

Quanto aos serviços da secretaria da VT, o corregedor constatou que os processos estão sendo regularmente impulsionados, com observância dos prazos legais e das determinações emanadas pelos magistrados titular e auxiliar. Daniel Viana ressaltou que a impressão da Corregedoria Regional parece ser a mesma do público externo, já que na última pesquisa de satisfação promovida pelo Tribunal, a 14ª Vara do Trabalho de Goiânia foi bem avaliada nos quesitos “cordialidade no atendimento”, “clareza e precisão das informações prestadas pelos servidores”, “rapidez e facilidade de acesso às informações”, “rapidez na solução dos processos” e “atuação dos magistrados”. Em razão disso, o desembargador-corregedor parabenizou os magistrados e toda a equipe de servidores da Vara, na pessoa do diretor Samuel Ferreira Júnior, pelo comprometimento e operosidade no desempenho de suas atribuições.

Metas do CNJ

A ata correicional registra ainda o desempenho da 14ª VT de Goiânia em relação às metas fixadas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em 2018, a unidade judiciária cumpriu cinco das sete metas, atingindo maior percentual (193%) na meta 7 (priorizar o julgamento dos processos dos maiores litigantes). Em relação ao ano de 2019, analisando-se o período de janeiro a julho, a 14ª Vara da capital já conseguiu cumprir integralmente as metas 2 (julgar processos mais antigos) e 6 (priorizar o julgamento das ações coletivas), com índices de 107,52% e 102,04%, respectivamente.

No encerramento da correição, a juíza titular, Antônia Helena agradeceu pelas condições de trabalho que o Tribunal propicia e o empenho dos servidores, o que faz todos trabalharem satisfeitos, dando o melhor de si. “Estamos sempre buscando melhorar”, concluiu.

Leia a ata de correição aqui.

Setor de Imprensa/TRT-18

Esta entrada foi publicada em Notícias, TRT18 e marcada com a tag . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.