Acordo põe fim a impasse nas negociações salariais entre Santa Casa de Goiânia e técnicos e auxiliares em radiologia

Facebooktwitteryoutubeinstagram

Uma audiência de conciliação em dissídio coletivo realizada nesta quarta-feira (5/7) no Tribunal Regional do Trabalho de Goiás, em Goiânia, colocou fim a uma longa negociação entre o Sindicato dos Técnicos e Auxiliares em Radiologia e Câmaras Claras e Escuras no Estado de Goiás (Starccego) e a Santa Casa de Misericórdia de Goiânia. Após conciliação mediada pelo desembargador Paulo Pimenta e pela procuradora do Trabalho Jane Araújo Santos, os representantes do hospital filantrópico e dos trabalhadores fecharam acordo que prevê cerca de 41% de reajuste aos 35 técnicos e auxiliares que atuam na Santa Casa.

A proposta feita pelo sindicato dos trabalhadores e aceita pela Santa Casa estabelece que, a partir de 1º de julho deste ano, o piso salarial para os técnicos em radiologia será de R$ 2.385,00 e de R$ 1.455,54 para os auxiliares. Os valores serão revisados em março de 2018. O acordo será submetido à homologação pelo Tribunal Pleno do TRT18 em agosto.

O superintende-geral da Santa Casa, José Antônio Lôbo, avaliou que o acordo foi a melhor solução para resolver esse impasse, apesar das dificuldades financeiras da instituição, que atende cerca de 2,5 mil pessoas por dia. O advogado do Starccego, João Lindemberg Bispo, afirmou que o acordo é vantajoso porque representa um ganho real para os empregados e traz os salários deles para a realidade praticada em outros hospitais goianos geridos por organizações sociais.

Nº do processo: DCG-0010368-52.2017.5.18.0000

Wendel Franco
Seção de Imprensa-CCS

Facebooktwitter

Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.