9ª Vara do Trabalho de Goiânia investe na conciliação

Audiência de conciliação na 9ª Vara do Trabalho de Goiânia

A juíza Cleuza Gonçalves Lopes e sua equipe vêm colhendo os resultados altamente positivos do investimento feito no Núcleo de Conciliação da 9ª Vara do Trabalho de Goiânia, instituído em outubro de 2012. Os processos que ingressam na VT passam, inicialmente, por uma audiência de tentativa de conciliação, dirigida pelos secretários de audiência Elin Cunha e Alisson Moura. O índice de conciliação chega a 90% nas ações de rito sumaríssimo e 42% nas de rito ordinário.

Os acordos feitos neste primeiro momento são posteriormente homologados pelo magistrado. Caso não haja a presença de uma das partes, marca-se uma nova data para a audiência, com a participação do juiz, seguida de nova audiência de instrução e da última, de julgamento. “A prática do Núcleo de Conciliação na própria Vara é vantajosa para todos: as partes ganham em rapidez e economia nos custos, enquanto o juiz tem mais tempo para se dedicar aos processos mais complexos”, afirma a juíza.

Os conciliadores foram treinados pela própria magistrada Cleuza e pelo diretor de secretaria, Edmilson Gomes. Para a juíza, é preciso construir na sociedade o hábito da conciliação. “As pessoas que procuram a Justiça ainda querem ouvir do juiz o veredicto, como se só o magistrado pudesse afirmar quem tem a razão”, avalia a juíza. Segundo ela, é grande o desconhecimento das vantagens da autocomposição. “A conciliação é a parte fazendo justiça a ela mesma, por isso, mais eficaz”, afirma.

Lara Barros
Núcleo de Comunicação Social
Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.