TRT de Goiás doa carro para combate à covid-19 em projeto da prefeitura de Goiânia

Facebooktwitteryoutubeinstagram
Homens em frente a veículo preto
José Antônio Neto, Rogério Cruz e Daniel Viana Júnior

O projeto “Hospedagem Social” da prefeitura de Goiânia ganhou o reforço de um veículo cedido pela Justiça do Trabalho goiana. A entrega do veículo ocorreu na manhã desta quinta-feira, 10/6, com a presença do prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, e do secretário de Desenvolvimento Humano e Social, José Antônio Neto, que receberam a chave do veículo do presidente do TRT-18, desembargador Daniel Viana Júnior.

O automóvel, um Ford Focus Sedã ano 2012 em perfeitas condições de uso, fazia parte da frota do Tribunal e, diante do pedido da prefeitura e uma vez constatado o interesse social, foi efetivada a doação após análise feita por uma comissão no Tribunal. O veículo será utilizado para transporte de pessoas em situação de vulnerabilidade atendidas pelo projeto Hospedagem Social, bem como para deslocamento da equipe de atendimento.

O desembargador-presidente Daniel Viana afirmou que o Tribunal procura sempre atender a pedidos como esse, que venham somar esforços na prestação de serviços públicos, conforme as permissões legais e condições do Tribunal em atender a solicitação.

Gestores assinam documento em volta de uma mesa
Daniel Viana Júnior, José Antônio Neto e Rogério Cruz assinam termo de doação e documento do veículo

Também estiveram presentes à entrega do veículo o diretor-geral do TRT-18, Álvaro Resende, o secretário-geral da presidência do TRT-18, Gustavo Seixas, e os representantes da prefeitura Lilian de Fátima, diretora de proteção social especial, Vera Lúcia Pereira, gestora do contrato do projeto, Tiãozinho Porto, assessor do prefeito, e Edilson de Brito, diretor da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social.

Projeto Hospedagem Social

O projeto foi instituído pela prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social (SEDHS) como mais uma medida para evitar a propagação do novo coronavírus, oferecendo hospedagem e alimentação para as pessoas que não possuem condições de se isolar em casa ou estão em situação de rua ou outra vulnerabilidade.

Conforme informado pela SEDHS, desde o início do projeto, em março deste ano, foram utilizadas 2.640 diárias. O secretário José Neto explicou que a Hospedagem Social também oferece acompanhamento médico por meio de parceria com a Secretaria de Saúde e que, após o isolamento, são disponibilizadas vagas em abrigo para pessoas em situação de rua.

Para utilizar o serviço, o interessado deve procurar a Casa de Acolhida Cidadã (CAC) pelo telefone 3524-5704, responsável pela triagem da hospedagem.

Lídia Barros
Comunicação Social/TRT-18

Facebooktwitter

Ficou em dúvida quanto ao significado de algum termo jurídico usado nessa matéria?
Consulte o glossário jurídico: www.trt18.jus.br/portal/noticias/imprensa/glossario-juridico/
Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Notícias, TRT18. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.