Ministra Delaíde Arantes homenageia advogados goianos com a entrega de medalha comemorativa dos 80 Anos da Justiça do Trabalho

Facebooktwitteryoutubeinstagram

Foto do Fórum Trabalhista de GoiâniaA ministra Delaíde Miranda Arantes, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), vai homenagear dois advogados goianos com a entrega da medalha comemorativa dos 80 Anos da Justiça do Trabalho. Serão homenageados in memorian os advogados Daylton Anchieta Silveira e Wanderley de Medeiros pela relevante atuação profissional no Estado de Goiás e em prol da Justiça do Trabalho. A solenidade, em parceria com o TRT-18, será realizada na próxima segunda-feira (16), às 16 horas, no auditório Vila Boa, no primeiro andar do Fórum Trabalhista de Goiânia.

O governador do Estado, Ronaldo Caiado, comparecerá ao evento. Os advogados Pedro Paulo de Medeiros e Isonel Silveira receberão as homenagens em nome de seus pais, respectivamente, Wanderley de Medeiros e Daylton Silveira.

Homenageados

O homenageado Wanderley de Medeiros nasceu na cidade de Goiás e se tornou um criminalista de renome nacional. No início dos anos 80, enquanto presidente da OAB-GO,  defendeu perseguidos políticos durante o regime militar e foi processado em razão de críticas que fez ao regime de exceção.

Daylton Anchieta Silveira foi o filho primogênito (de um total de 8) do casal mineiro Isonel Bruno da Silveira e Maria Aparecida Barbosa Silveira. Nasceu em Passos, Minas Gerais, e foi um dos pioneiros da advocacia trabalhista goiana, área em que atuou por 52 anos. Na OAB-GO, prestou relevantes serviços como conselheiro estadual, conselheiro federal e presidente da Casag (Caixa de Assistência da Ordem).

História da Justiça do Trabalho

A Justiça do Trabalho foi instituída no Brasil em 1934, mas somente em 1941 foi oficialmente anunciada e instalada. De lá para cá, houve muitas conquistas. Em 1943, foi criada a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e as relações trabalhistas passaram a ter uma regulamentação. Em 1946, o Conselho Nacional do Trabalho foi transformado no Tribunal Superior do Trabalho, e a Justiça do Trabalho passou a ser reconhecida pela Constituição da República como órgão do Poder Judiciário. Apenas 70 anos depois, no entanto, o TST foi explicitamente incluído entre os órgãos do Poder Judiciário no texto constitucional.

Saiba mais sobre competência, atribuições e histórico da Justiça do Trabalho nesta página do site do TRT-18.

Serviço

Local: Auditório Villa Boa 1º andar  – Fórum Trabalhista.

Endereço: Rua T-51 esquina com Av. T-1 – St. Bueno – Goiânia.

Data e horário: 16 de maio de 2022 às 16h.

Fabíola Villela
Comunicação Social – TRT-18

Facebooktwitter

Ficou em dúvida quanto ao significado de algum termo jurídico usado nessa matéria?
Consulte o glossário jurídico: www.trt18.jus.br/portal/noticias/imprensa/glossario-juridico/
Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.