TRT de Goiás retoma programa Justiça Itinerante em março

O Grupo de Trabalho do Programa Justiça Itinerante em Goiás divulgou o calendário das audiências trabalhistas que serão realizadas nos municípios de Águas Lindas, Campos Belos, Mozarlândia e Cristalina ao longo do ano de 2019. Estão previstas 13 edições que atenderão regiões mais distantes de uma vara do trabalho. O programa conta com dotação orçamentária de R$ 118 mil.

As primeiras audiências serão realizadas entre os dias 11 e 15 de março na cidade de Cristalina, localizada no entorno do Distrito Federal. Trabalhadores dessa região que queiram buscar a Justiça do Trabalho para solucionar conflitos trabalhistas pelo programa deverão procurar a Vara do Trabalho de Luziânia até 15 de fevereiro para ajuizar a ação.

Ainda no mês de março, entre os dias 25 e 28 de março, o projeto realiza audiências com a população de Águas Lindas e região, como Santo Antônio do Descoberto e os Distritos de Edilândia e Girassol do município de Cocalzinho. Para essas comunidades, as ações deverão ser ajuizadas até o dia 1º de março nas Varas do Trabalho de Valparaíso ou de Anápolis.

No mês de abril será a vez dos município de Campos Belos e Mozarlândia receberem as audiências do Justiça Itinerante. As populações desses municípios e suas regiões deverão ajuizar as ações trabalhistas antecipadamente nas Varas do Trabalho de Posse e de Goiás, respectivamente, conforme datas estabelecidas no calendário abaixo.

Criado há mais de 10 anos, o objetivo do programa Justiça Itinerante é suprir o atendimento às populações dos municípios que estão situados em regiões mais distantes das sedes das varas do trabalho do interior do Estado, facilitando o acesso do cidadão ao Judiciário Trabalhista.

O coordenador do Grupo de Trabalho da Justiça Itinerante, juiz Cleber Sales, informou que as ações contra entes públicos deverão ser ajuizadas com pelo menos 45 dias antes das datas das audiências. Ele também explicou que as ações ajuizadas fora dos prazos constantes do calendário do programa tramitarão nas sedes das Varas do Trabalho e terão suas audiências realizadas nas respectivas VTs.

 

 

 

 

 

 

 

Lídia Neves/Setor de Imprensa

Esta entrada foi publicada em Notícias, TRT18 e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.