Meta 1 do CNJ: 3ª VT de Aparecida de Goiânia alcança índice de 130,22%

Desembargador Paulo Pimenta com a juíza Nara Kaadi, o diretor da Corregedoria Regional, Marcelo Marques, e a equipe da 3ª Vara do Trabalho de Aparecida

A correição ordinária realizada na 3ª VT de Aparecida de Goiânia, em outubro, aponta o cumprimento da Meta 1 do CNJ, que tem como compromisso julgar o equivalente a 90% da quantidade de processos de conhecimento distribuídos no ano corrente. O índice alcançado foi de 130,22% e refere-se ao período de janeiro a agosto de 2017. Nesses meses, a unidade correicionada recebeu 1.372 processos e solucionou 1.608.

Os resultados positivos também foram constatados em outras três Metas: Meta 2 (julgar processos mais antigos), índice de 110,71%; Meta 6 (priorizar o julgamento das ações coletivas), índice de 102,04%; e Meta 7 (priorizar o julgamento dos processos dos maiores litigantes), atingindo o percentual de 128,15%. O desembargador-corregedor, Paulo Pimenta, parabenizou a juíza Nara Kaadi – além de todo o corpo de servidores da unidade, na pessoa do diretor de Secretaria Alan Souza -, pelos índices alcançados e o cumprimento parcial das metas.

Quanto à Meta 3 (aumentar o índice de conciliação na fase de conhecimento), até o mês de agosto deste exercício, o índice de conciliação aferido na unidade foi de 50,64%. O desembargador-corregedor reconheceu que a situação econômica vivenciada pelo País atualmente não revela um cenário favorável para o incremento das conciliações, mas considerando que a meta em análise fixa em 54% a cláusula de barreira, recomendou à magistrada atuante na unidade que promova ações necessárias para a pacificação dos conflitos submetidos à sua apreciação, aumentando o índice de conciliação em pelo menos 3,36%, com o objetivo de cumprir a meta pela unidade e pelo Tribunal neste exercício. Para Meta 5 (baixar 90% do total de casos novos de execução do ano corrente) até agosto de 2017, o índice alcançado pela Vara do Trabalho foi de 56,99%.

Seção de Imprensa/CCS

Esta entrada foi publicada em Notícias, TRT18 e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.