Correição elogia desempenho da 16ª Vara do Trabalho de Goiânia

Desembargador Paulo Pimenta, o diretor da Secretaria da Corregedoria Regional, Marcelo Marques, e a equipe da 16ª VT

O desembargador-corregedor Paulo Pimenta destacou o desempenho da 16ª Vara do Trabalho de Goiânia que em 2017 cumpriu com folga a meta específica para a Justiça do Trabalho com prazo médio de 111 dias de duração dos processos. “É uma satisfação ver uma Vara com desempenho tão bom, inclusive no cumprimento das metas”, ressaltou o desembargador, que parabenizou as juízas Rosa Nair Reis, titular, e Patrícia Caroline Abrão, auxiliar, e a equipe da VT. Segundo ele, a unidade é uma das que contribuíram muito para o resultado global do TRT18, que cumpriu seis das sete metas do CNJ em 2017.

O corregedor observou, ainda, que as atividades da secretaria da Vara estão sendo muito bem desempenhadas pela equipe de servidores, com regular impulsionamento dos processos e observância dos prazos legais, e parabenizou toda a equipe da unidade, na pessoa da diretora Elizete Carneiro, pelo comprometimento e eficiência no desempenho de suas atribuições.

Metas

Na análise do cumprimento das metas do CNJ em 2017, a 16ª Vara do Trabalho de Goiânia cumpriu as metas 1 (julgar 90% da quantidade de processos de conhecimento distribuídos no ano passado – índice de 109,6%), 2 (julgar processos mais antigos – índice de 109,1%) e 6 (priorizar o julgamento das ações coletivas, com percentual de 102%), além de se destacar pelo exíguo prazo de duração do processo.

Na avaliação do desempenho da Vara em 2018, a 16ª VT cumpriu no período analisado (janeiro e fevereiro) quatro metas do CNJ, as metas 1, 3, 5 e 7, pelo resultado parcial alcançado, além de cumprir integralmente as metas 2 e 6. A unidade apenas não conseguiu cumprir, nesses dois meses, a meta específica de redução do tempo médio dos processos,, já que, segundo o corregedor, o cumprimento dessa meta nos dois primeiros meses ficou prejudicado em razão do recesso judiciário.

A juíza Rosa Nair Reis agradeceu, na ocasião, o empenho e dedicação de sua colega Patrícia Caroline por ter conduzido tão bem a unidade durante a sua convocação para o segundo grau. “Temos aqui uma equipe colaboradora e comprometida e que se empenha além do esperado nos dando qualidade de vida para atingir essas metas”, ressaltou a magistrada.

Confira aqui a Ata de Correição.

Setor de Imprensa-CCS

Esta entrada foi publicada em Notícias, TRT18 e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.