TRT18 inaugura Centro de Conciliação no Fórum de Aparecida de Goiânia

O TRT18 inaugurou nesta segunda-feira (21/5), às 17 horas, o Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (Cejusc) do Fórum Trabalhista de Aparecida de Goiânia. Este é o segundo Cejusc do interior em funcionamento e vai atender as três Varas do Trabalho da jurisdição.

O prefeito de Aparecida de Goiânia Gustavo Mendanha, que prestigiou a cerimônia de inauguração da unidade, disse que o município vive um momento extraordinário de crescimento econômico, no comércio e na indústria. Ele informou que a região foi a segunda maior geradora de postos de trabalho em 2017 no país, criando 5.600 novas oportunidades de emprego. “É um prazer estar aqui hoje para participar da ampliação dos serviços da Justiça do Trabalho, ágil e eficiente, e que contribuiu para esse momento especial da economia aparecidense”, ressaltou o prefeito.

O presidente do TRT, desembargador Platon Teixeira Filho, disse, por sua vez, que a Justiça do Trabalho tem a obrigação de responder com celeridade e eficiência e agradeceu às equipes da engenharia e da diretoria-geral, que se empenharam para realizar as adequações necessárias para a instalação do Cejusc.

A juíza Fabíola Evangelista Martins, diretora do Fórum de Aparecida, será também coordenadora das atividades do centro de conciliação. “Existe uma boa expectativa com relação à implementação do Cejusc aqui e acredito que vá haver um resultado positivo”, assinalou.

O advogado Telmo de Alencastro Veiga Filho, que representou o presidente da OAB-GO, Lúcio Flávio Paiva, ressaltou a importância do Cejusc em Aparecida. “Além de termos uma alta demanda trabalhista, é preciso que o brasileiro saia dessa cultura da judicialização dos processos e privilegie a autocomposição dos conflitos. Com o Cejusc você corta caminhos, entra em acordo com a outra parte conseguindo solução para o seu problema. Enfim, é uma boa forma para buscar a solução da lide”, concluiu.

Obras
As obras foram executadas entre os meses de janeiro e abril deste ano e custaram R$ 366.736,82. A reforma da estrutura física existente incluiu a substituição parcial do telhado, pintura geral, melhoria nas instalações elétricas e de ar-condicionado, adequações para atendimento a exigências do Corpo de Bombeiros – como troca de extintores e comunicação visual – e restauração de todo o piso do estacionamento.

O Cejusc de Aparecida de Goiânia é o segundo a ser instalado no interior de Goiás. O primeiro foi o de Rio Verde e Anápolis deve receber o próximo centro dedicado à conciliação.

Autoridades presentes à cerimônia: Vice-presidente do TRT, desembargador Paulo Pimenta, desembargador Daniel Viana Júnior, juízas Eneida Martins, titular da 2ª VT de Aparecida, Nara Kaadi, titular da 3ª VT de Aparecida, Fernanda Ferreira, auxiliar da 2ª VT de Aparecida, presidente da subseção da OAB de Aparecida, Francisco Sena, presidente da Associação Nacional dos Procuradores Municipais, Flávio Nogueira, diretor-geral do TRT, Ricardo Lucena, presidente da Asjustego, Carlos Aquino, o chefe da Segurança do TRT, coronel Edsson Ribeiro,  gerente da Caixa Econômica Federal, agência PG TRT18, Elisa Nasser, gerente da Caixa, Maria Elza Cascalho, gerente do Bradesco Prime, Renata Caixeta Santos e o secretário de Transparência, Fiscalização e Controle da Prefeitura de Aparecida, Einstein Paniago.

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.