TRT Voluntário completa dez anos de apoio à ala pediátrica do Hospital do Câncer

Parceria duradoura é celebrada com doação de equipamento de quase R$ 17 mil

IMG_0428Quem entra na ala de pediatria do Hospital Araújo Jorge, também conhecido como Hospital do Câncer, pensa se tratar de um hospital particular. A mobília nova e as paredes bem pintadas em diversos tons dão alegria a um ambiente que lida com a luta diária de pequenos seres humanos contra um inimigo poderoso, mas que tem sido desafiado e vencido: o câncer. São histórias de vitória que contam com vários super heróis, como a perseverante e altamente qualificada equipe médica e o Tribunal Regional do Trabalho de Goiás, que há dez anos criou o TRT Voluntário,um programa que arrecada doações de magistrados e servidores destinadas a melhorar as instalações do ambulatório e da enfermaria para as quase 600 crianças atendidas mensalmente pelo hospital, sendo 90% delas pelo Sistema Único de Saúde.

IMG_0338A presidente do TRT de Goiás, desembargadora Elza Silveira, visitou o local nesta segunda-feira, 23/6, e pode conferir pessoalmente as melhorias implementadas pelo TRT na ala de atendimento às crianças com câncer. Ela foi recebida pela diretora da pediatria do Araújo Jorge, a oncologista Rosemary Gusmão Crocetti, e fez a entrega de mais uma doação do TRT: um equipamento respirador no valor R$ 16.800,00, pago integralmente com donativos do programa TRT Voluntário. O equipamento será emprestado a pacientes com tumor cerebral que precisam, principalmente à noite, de ventilação mecânica e, por isso, ocupam uma vaga no hospital, mas que poderiam continuar o tratamento em casa desde que tivessem o respirador.

IMG_0422

Equipamento respirador entregue na última segunda-feira

A diretora do hospital, ao apresentar a ala pediatria à desembargadora Elza Silveira, comentou empolgada que praticamente todo o mobiliário existente, incluindo as camas da enfermaria, computadores, televisores, impressora, cadeira odontológica, mesas e cadeiras de atendimento médico, cadeiras de esperas e cadeiras para quimioterapia foram doações do Tribunal. Também foi o TRT que possibilitou a reforma da pediatria e que faz constante manutenção da infraestrutura do andar onde funciona a pediatria. “O TRT nos deu dignidade . É muito difícil trabalhar em um ambiente sem as condições necessárias”, comentou a médica. Ela agradeceu especialmente ao servidor Paulo Márcio Castilho de Souza, que administra o programa e tem atuado como voluntário do hospital.

A presidente do TRT, que estava acompanhada do presidente da Asjustego, Carlos Aquino, e do diretor-geral Ricardo Lucena, ficou impressionada com a qualidade do atendimento às crianças e parabenizou à equipe médica. “Fico muito satisfeita de saber que estamos contribuindo com algo tão importante. Os nossos magistrados e servidores estão de parabéns. Destaco e agradeço o empenho do servidor Paulo Márcio pelo belo trabalho”, comentou.

Márcia Bueno
Núcleo de Comunicação Social
Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.