TRT presta homenagem ao seu primeiro presidente e instalador Octávio Maldonado

Facebooktwitteryoutubeinstagram

A solenidade foi realizada no 2º andar do Fórum Trabalhista e contou com a presença de diversas autoridades, colegas de profissão, familiares e amigos do homenageado

O Tribunal Regional do Trabalho de Goiás realizou, às 10h30 desta sexta-feira, 29/11, cerimônia de homenagem ao desembargador Octávio José de Magalhães Drummond Maldonado, primeiro presidente e instalador do TRT da 18ª Região, que faleceu no último 31 de agosto. Na ocasião, foi inaugurado o busto de bronze do desembargador, bem como o novo letreiro da fachada do Fórum Trabalhista de Goiânia, ao qual, por força de determinação do Tribunal Pleno, foi atribuído o nome do homenageado.

Desembargador Platon Teixeira Filho

O desembargador Platon Teixeira Filho, que foi contemporâneo do homenageado e integrou o segundo grau quando da instalação do TRT-18, discursou em nome do Tribunal. Ele falou sobre as conquistas e o legado deixado por Maldonado durante seus mais de 40 anos na magistratura e o período em que presidiu esta Corte. “Maldonado foi um homem de extrema erudição, era um ser humano que amava sua família, sua profissão e a cidade que o acolheu. Ele deixou para este Tribunal um legado de probidade e de realizações que o definem hoje como o exemplo a ser seguido”, salientou.

Em seguida falou a ministra Delaíde Arantes, do TST, que também acompanhou de perto a atuação profissional de Maldonado quando advogava na Justiça do Trabalho em Goiás. “Pedi aqui hoje para dar o meu testemunho. E posso dizer quão grande era a confiança que a advocacia tinha no magistrado pelo ser exemplar que era”, afirmou.

Filha de Maldonado, Maria Cristina: “Agradeço a linda homenagem a meu pai que tanto nos honrou”

A única filha do desembargador Octávio Maldonado, Maria Cristina Maldonado, falou da capacidade de seu pai de fazer o bem. “Justo magistrado e estudioso incansável das humanidades”. Para Maria Cristina, a iniciativa de dar o nome de seu pai ao Fórum Trabalhista “honra sobremaneira sua memória”.

O presidente do TRT-18, desembargador Paulo Pimenta, lembrou, emocionado, que amanhã (30/11), o Tribunal completa 29 anos de história. “História é feita de memórias e não podemos perder essa memória hoje, um justo resgate de um dos principais personagens da história do TRT de Goiás e da história da Justiça do Trabalho”, reconheceu.

Presidente do TRT-18, desembargador Paulo Pimenta

Paulo Pimenta destacou que Maldonado deu início à profissionalização da administração no Tribunal, escolhendo pessoas capacitadas nas varas do trabalho e na administração. “Um juiz afável, erudito e profundo que revelou-se um administrador extremamente zeloso da coisa pública e um grande defensor da valorização do primeiro grau e das prerrogativas dos juízes de primeiro grau”, assinalou.

“Considero um privilégio poder prestar essa singela homenagem do Tribunal gravando o seu nome, não apenas na fachada do nosso Fórum, mas efetivamente na memória que será cultivada por todo o sempre por todos aqueles cidadãos que acorrem a este prédio em busca do que o dr. Otávio mais prezava, da Justiça, coisa que ele distribuiu tão bem, fazendo história nesse Tribunal”, concluiu o desembargador.

Vários objetos que faziam parte do acervo pessoal do desembargador Maldonado foram doados pela família ao Tribunal e irão compor o acervo do Centro de Memória

Autoridades presentes: ministros Renato Paiva e Delaíde Arantes, do TST, desembargadores Daniel Viana, Elvecio Moura, Gentil Pio, Geraldo Nascimento, Welington Peixoto, Iara Rios e Rosa Nair Reis, procuradora do trabalho Janilda Lima, juízes Narayana Hannas (representando a Amatra18), Luciano Crispim, Wanda Lúcia, Rodrigo Dias, Celismar Coelho, Eneida Alencar, o chefe de Gabinete de Gestão da Governadoria Lyvio Luciano Queiroz (representando o governador Ronaldo Caiado), o procurador-geral do Município de Goiânia Breno Marques (representando o prefeito Iris Rezende), o presidente da Agatra, advogado Jerônimo Batista Júnior, o presidente da Asjustego, Joelson Lisboa, a advogada Sara Andrade, do Instituto Goiano de Direito do Trabalho, e os conselheiros da OAB Telmo Veiga e Jordana Araújo.

Fabíola Villela
Setor de Imprensa – TRT-18

Facebooktwitter

Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.