TRT Goiás participa da Ação Global contra o trabalho infantil

Facebooktwitteryoutubeinstagram

DSC_0485(1)A desembargadora Iara Rios representou o TRT Goiás na Ação Global “Pela Educação – Contra o Trabalho Infantil”, realizada na manhã deste sábado, 13 de junho, na Praça da Paz, no Setor Cândida de Morais, em Goiânia. O evento foi promovido pelo Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil em Goiás (FEPETIGO), coordenado pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Goiás (SRTE/GO).

DSC_0453(1)Na ocasião, a Prefeitura de Goiânia assinou o Termo de Adesão ao FEPETIGO, para fortalecimento das ações da prefeitura de prevenção e combate ao trabalho infantil. O termo foi assinado pelo representante do prefeito de Goiânia Paulo Garcia, o chefe de gabinete Paulo César Fornazier. Ele ressaltou a importância da educação e lembrou do projeto em trâmite na Câmara dos Deputados de diminuição da maioridade penal. “Lugar de criança é na escola. Temos que trabalhar para avançar na questão do Estatuto. Não é diminuindo a idade penal que vai mudar, mas ações como essa pela educação”, destacou.

A auditora fiscal e coordenadora do FEPETIGO, Katleem Lima, fez a entrega simbólica de kits escolares aos alunos de escolas municipais dos bairros da região, como forma de marcar a Educação como estratégia de enfrentamento ao trabalho infantil. Os materiais foram doados pela Federação da Indústria e do Comércio do Estado de Goiás. Conforme informou a coordenadora do FEPETIGO, a meta é expandir esse trabalho nos próximos meses a outras escolas da rede municipal de ensino.

A coordenadora regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil do TRT Goiás, desembargadora Iara Rios, alertou que o trabalho infantil tem aumentado no estado. Ela também lembrou que o trabalho infantil, além de tirar a criança da escola, prejudica o desenvolvimento físico e mental do jovem. “Queremos que nossas crianças e adolescentes cresçam com ensino de qualidade para serem bons profissionais no futuro”, disse.

O superintendente do Trabalho e Emprego em Goiás, Arquivaldo Bittes, elogiou o trabalho da coordenadora do FEPETIGO, Ketleem Lima, e ressaltou que Goiás é o 5º estado que mais tem crianças trabalhando irregularmente. Arquivaldo também pediu a união de esforços para não deixar passar na Câmara medidas legais para diminuir a maioridade penal. “O problema está em superar as desigualdades sociais”, resumiu. O governador de Goiás também esteve representado no evento pelo superintendente executivo de desenvolvimento e assistência social e do trabalho em Goiás, Edgar Laurencini.

DSC_0424(1)Durante o evento, foram oferecidos à população serviços de cadastro no programa bolsa família, orientações sobre o trabalho de adolescentes e jovens, e serviços de saúde, como vacinação contra gripe e HPV, medição de pressão arterial e diabetes. Além de entretenimentos esportivos para as crianças, teatro, jogos, brincadeiras e apresentações culturais elaboradas pelos jovens das escolas municipais convidadas.

O Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil em Goiás foi constituído em 2013, e conta com a união de esforços de diversas instituições, como o Ministério Público Estadual e do Trabalho, o Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região, Prefeitura de Goiânia, Secretaria Municipal de Assistência Social, Agência Municipal de Meio Ambiente, Central Única dos Trabalhadores, as Federações do Comércio, Agricultura e das Indústrias em Goiás, e as Secretarias municipais de Assistência Social, de Educação e de Cultura, dentre outras.

Facebooktwitter

Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.