TRT-18 e MPT lançam cartilha para alertar sobre os riscos da fadiga no trabalho

Facebooktwitteryoutubeinstagram

O Fórum de Saúde e Segurança do Trabalho do Estado de Goiás (FSST-GO), coordenado pelo Ministério Público do Trabalho com a participação do TRT-18, lança cartilha eletrônica com o objetivo de alertar a sociedade sobre os riscos da fadiga no ambiente de trabalho. Na cartilha, pode-se conhecer mais sobre a fadiga, considerada a maior causa de doenças e acidentes do trabalho, bem como os meios de prevenção para a construção de um ambiente de trabalho seguro.

A cartilha traz uma detalhada e rica apresentação da advogada trabalhista Carla Carneiro, que discorre sobre os conceitos de Direitos Humanos e Desenvolvimento Sustentável. Integram também a equipe de elaboração da cartilha o procurador Tiago Cabral, coordenador do FSST-GO, e o desembargador Welington Peixoto, coordenador do Comitê Regional do Programa Trabalho Seguro do TRT da 18ª Região.

Fadiga no trabalho
De acordo com a cartilha, fadiga é um estado de desgaste que segue um período de esforço físico ou mental, caracterizado por diminuição da capacidade de trabalhar e redução da capacidade de realizar atividades cotidianas. É uma síndrome que possui fatores físicos, emocionais e cognitivos e pode se apresentar como fadiga física ou mental.

Sintomas
Alguns sintomas da fadiga física são sonolência, dores de cabeça, câimbras, perda de equilíbrio, além de redução da atenção e da memória, dentre outros. Já a fadiga mental apresenta como sintomas alterações do sono, dores de cabeça, dores gerais, palpitações, vertigens, sudorese, diarreia e alterações visuais, dentre outros.

Causas
A cartilha enumera algumas situações que podem ocasionar fadiga no ambiente laboral, como o excesso de trabalho sem descanso, ruídos e iluminação insatisfatória, posturas ergonômicas inadequadas e gestão ineficaz do tempo e das tarefas. Também são causas de fadiga pausas insuficientes, jornadas prolongadas, trabalho monótono e repetitivo e alta concentração mental, dentre outros.

A cartilha ainda apresenta vários tipos de estratégias de manejo do profissional acometido pela fadiga com o objetivo de aliviar os sintomas e potencializar a capacidade funcional, promovendo uma melhor qualidade de vida. Também são apresentados os tratamentos e as formas de prevenção.

Para ler a cartilha agora, clique aqui.

Comunicação Social TRT-18

Facebooktwitter

Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Notícias, Trabalho Seguro, TRT18. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.