Sala da Ouvidoria do TRT18 é ampliada para oferecer maior comodidade aos jurisdicionados

A Sala da Ouvidoria do TRT de Goiás foi ampliada para oferecer mais espaço e conforto para o jurisdicionado e contribuir para a melhoria dos serviços prestados pela Justiça do Trabalho. O presidente do TRT de Goiás, desembargador Platon Teixeira de Azevedo Filho, e o ouvidor do Tribunal, desembargador Gentil Pio, descerraram a nova placa de reinauguração da unidade na manhã desta terça-feira, 18/12.

Localizada no 1º andar do Fórum Trabalhista, ao lado do segundo piso da agência da Caixa Econômica Federal, a sala da Ouvidoria agora também tem mais visibilidade, com fechamento em vidro e novas placas de sinalização.

O presidente do Tribunal, desembargador Platon Filho, parabenizou a equipe da unidade pelo trabalho realizado e agradeceu aos magistrados e servidores presentes. Platon Filho lembrou da evolução da unidade nos últimos 20 anos e comentou a sua enorme importância para o TRT.

“Ela é o contato do Tribunal com a sociedade, porque é ela que realmente ouve a comunidade e por meio dela nós podemos saber o que a Administração precisa fazer”, disse.

Desembargador Gentil Pio, ouvidor do TRT18

O ouvidor do TRT, desembargador Gentil Pio, que encerra sua gestão à frente da Ouvidoria em janeiro de 2019, destacou a competência e eficiência dos servidores da unidade, que segundo ele conseguiram manter a tradição da Ouvidoria desde que foi implantada, em 2001, na gestão da desembargadora Ialba-Luza. O magistrado também comentou a efetiva participação da Ouvidoria do TRT de Goiás no Colégio de Ouvidores da Justiça do Trabalho (Coleouv) e na rede nacional de ouvidorias, coordenada pela Ouvidoria Geral da União, que contribuiu para os avanços da legislação sobre o tema.

Também prestigiaram a solenidade de inauguração da nova sala os desembargadores Elvecio Moura, Daniel Viana Júnior e Rosa Nair Reis, o juiz César Silveira, o secretário da Ouvidoria, Jorge Machado, e outros servidores.

A Ouvidoria do TRT de Goiás recebe mensalmente cerca de 700 sugestões, denúncias, reclamações e solicitações. O contato pode ser feito por e-mail, telefone, WhatsApp, por formulário eletrônico e pessoalmente. As manifestações encaminhadas à Ouvidoria do TRT18 pelo formulário online são convertidas automaticamente em processos administrativos, com geração de protocolo para acompanhamento da demanda pelo próprio manifestante.

Lídia Neves/Setor de Imprensa

 

Adicionar o link permanente aos favoritos.

Os comentários estão encerrados.