Painel eletrônico otimiza apregoamento das audiências de conciliação no CEJUSC

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de Goiânia (CEJUSC) conta agora com ajuda de sistema de painel eletrônico para apregoar as partes para as audiências de conciliação realizadas no local. A providência atende ao pedido dos advogados que atuam na 18ª Região e é uma resposta à necessidade levantada pela própria Administração de fornecer um mecanismo aos jurisdicionados para acompanhar a pauta do dia e verificar a sequência em que a respectiva audiência será realizada.

Conforme avalia o coordenador do CEJUSC, juiz Israel Brasil Adourian, foi visível a melhoria do ambiente do CEJUSC com a adoção do apregoamento eletrônico, já que o movimento de pessoas na unidade é intenso. Por dia são realizadas uma média de 180 audiências, passando por lá cerca de 800 pessoas. Nessa movimentação em que 18 audiências ocorrem simultaneamente apenas o aviso sonoro, como ocorria anteriormente, funcionava precariamente, causava excessivo barulho e tumulto, já que paralelamente ao som das caixas amplificadas concorria as conversas das pessoas da sala de espera.

Segundo o magistrado, essa situação gerava nas pessoas insegurança e receio de perder a audiência. “O painel está ajudando em muito no andamento dos serviços. Trouxe equilíbrio, paz e tranquilidade o que combina com a conciliação, porque as pessoas ficam tranquilas e concentradas acompanhando o painel e o horário da audiência. Queríamos dar esse presente para a advocacia”, comentou.

O advogado João Negrão, informou que praticamente todos dias frequenta o CEJUSC para participar de audiência e elogiou o sistema. “A melhoria que o Tribunal está trazendo para os advogados vai fazer com que o dia a dia, a correria e as dificuldades sejam amenizadas, principalmente nesse ambiente em que a quantidade de audiências faz com que o advogado tenha dificuldade no acompanhamento de seus processos”, comentou. Na opinião de Negrão, o sistema de visualização paralelo ao aviso sonoro vai fazer com que o advogado tenha mais tranquilidade ao ficar aguardando a sua audiência, sem receio de ter algum problema por não ter percebido o apregoamento de seu processo”, comentou.

Painel Eletrônico

O diretor-geral Ricardo Lucena visitou o local para conferir o funcionamento do painel eletrônico acompanhado da servidora Ângela Oliveira, analista de sistemas da STI, que comentou que o desenvolvimento do sistema ficou a cargo de uma equipe formada por servidores da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações e da Secretaria de Gerenciamento do PJe.

O painel eletrônico é semelhante ao existente nos Vapt-Vupt (Serviço Integrado de Atendimento ao Cidadão) do governo de Goiás e foi adaptado à grande movimentação da unidade. Ângela explicou que sistema foi construído com a utilização de dois painéis. Um, informa a audiência que está sendo apregoada em grande destaque; e o outro, alternadamente, as listas de audiências que já foram e que serão realizadas. Assim, a parte e o advogado podem conferir qual audiência está acontecendo e quais as próximas pautadas. Já o diretor-geral afirmou que o próximo passo para o aprimoramento da sala de espera do CEJUSC será a climatização do ambiente com instalação de sistema de condicionamento de ar.

Márcia Bueno
Imprensa CCS
­

Adicionar o link permanente aos favoritos.

Os comentários estão encerrados.