Servidores da Secretaria de Distribuição de Mandados Judiciais dão contribuição para o desdobramento da estratégia do TRT

Participantes do 2ª encontro de Desdobramento da estratégia

Trinta e seis servidores da Secretaria de Distribuição de Mandados Judiciais do TRT18 participaram, na última terça-feira (14/5), da segunda edição do evento “Desdobramento da Estratégia”, voltado às áreas Administrativa e de Apoio Judiciário. O encontro, promovido pela Secretaria de Gestão Estratégica (SGE) do Tribunal, tem como objetivo apresentar o Planejamento Estratégico do Regional aos servidores da área meio e pensar ações conjuntas para o alcance dos objetivos estratégicos da instituição.

Diretora da SGE, Maria José de Lourdes

Na abertura do evento, a diretora da SGE, Maria José de Lourdes, falou aos servidores presentes, a maioria oficiais de justiça, sobre a importância do planejamento. “Tudo o que a gente faz é fruto de um planejamento”, destacou a diretora, ao apresentar o assunto a um público acostumado a trabalhar externamente nas diligências de cumprimento de mandados em suas respectivas áreas de atuação.

Por meio de uma apresentação em slides, Maria José ainda mostrou como o planejamento estratégico é elaborado e executado, falou sobre a missão e a visão do Tribunal e frisou que os servidores são os responsáveis por fazer com que a instituição cumpra seus objetivos estratégicos e, consequentemente, alcance sua missão.

Servidor Teófilo Barbalho

Em seguida, o servidor Teófilo Barbalho, da Divisão de Estatística e Pesquisa da SGE, apresentou uma ferramenta que ele desenvolveu para o gerenciamento de dados estatísticos de produtividade dos oficiais de justiça. A ferramenta foi entregue ao diretor da Secretaria de Distribuição de Mandados Judiciais, Joelson Lisbôa, que poderá acompanhar melhor o trabalho dos oficiais por centrais de mandados.

Num segundo momento do encontro, os participantes foram divididos em quatro grupos de trabalho. Com o auxílio de uma técnica chamada design thinking, utilizada para identificar e abordar problemas por meio de um pensamento criativo, os servidores foram estimulados a se colocarem nos papéis de seus clientes, quais sejam, o arrematante, o reclamante, o reclamado e o advogado. Com essa análise feita a partir do olhar do outro, os oficiais de justiça colocaram num post-it sugestões para um plano de contribuição.

Oficial de justiça coloca sugestão no painel de contribuição

Conforme explicou a servidora Wanice Quixabeira, chefe da Seção de Planejamento da SGE, o plano de contribuição consiste em elencar ações e iniciativas possíveis para melhorar o processo de trabalho dos oficiais e alimentar indicadores relacionados aos objetivos estratégicos do Tribunal. Para a Secretaria de Distribuição de Mandados Judiciais, foram sugeridos dois indicadores, que são o índice de mandados cumpridos no prazo e o índice de propostas de autocomposição nos mandados de penhora cumpridos com finalidade atingida.

Jackson Jacundá

Avaliações

Na opinião do servidor Jackson de Azevedo Jacundá, o encontro foi uma iniciativa de grande valia para os oficiais de justiça. “A questão de adotar uma estratégia para que a gente possa traçar um rumo, uma forma de agir enquanto oficial de justiça é muito importante”, concluiu.

Gabriela Cunha

Para a servidora Gabriela Sabino Cunha, o evento foi excelente. “Nós somos muito carentes desse contato com o Tribunal porque nosso trabalho é solitário, é na rua, e todo curso que nos é oferecido é valioso. Foi pouco tempo, mas conseguimos reunir muitas ideias que podem otimizar mais o nosso trabalho”, relatou.

O diretor da Secretaria de Distribuição de Mandados Judiciais, Joelson Lisbôa, avaliou que um dos aspectos mais importantes do encontro foi o fato de o oficial de justiça se sentir partícipe do plano maior do Tribunal, que é o Planejamento Estratégico, e em seu desdobramento poder dar ideias de suas necessidades e de oportunidades. “Me parece que os oficiais chegaram meio desacreditados, mas saíram satisfeitos e felizes com o evento”, finalizou.

O encontro foi encerrado com uma dinâmica em que os participantes escreveram, num pedaço de papel, suas impressões sobre o encontro e colocaram a mensagem dentro de um balão que foi atirado para cima. Cada servidor então pegou um balão e, após estourá-lo, leu a opinião de outro colega sobre o evento. Alguns balões continham vale-brindes e os sortudos foram Charles Ambrósio, que ganhou uma semijoia oferecida pela Ilana Porto; Gina Fogaça, que recebeu uma bateria para automóvel da TUDOR; e Cleber Ferreira, diretor da Secretaria-Geral Judiciária, que ganhou um pacote de quick massage da Gerência de Saúde do TRT18.

Wendel Franco
Setor de Imprensa-CCS

Esta entrada foi publicada em Gestão e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.