Segurança Pública em Goiás receberá primeira parte dos recursos resultantes de acordo em ação civil pública

Academia da Polícia Militar de Goiás vai receber parte dos recursos que serão destinados a serviços de manutenção predial

O Juízo da 3ª Vara do Trabalho de Goiânia determinou o repasse da primeira parcela dos recursos oriundos de acordo em ação civil pública e que vão beneficiar a área de Segurança Pública em Goiás. O valor liberado, cerca de R$ 500 mil reais, de um total de R$ 1 milhão, foi obtido por meio de acordo firmado entre o Ministério Público do Trabalho e empresa multinacional na área de cosméticos, a título de indenização por dano moral coletivo.

Do total a ser repassado no momento, R$ 100 mil serão destinados à reforma do auditório do Comando da Academia da Polícia Militar de Goiás. Outros R$ 146,6 mil serão repassados para a compra de uma viatura de autosalvamento avançado. Por fim, o juízo determinou a liberação de R$ 284,7 mil para a aquisição de uma viatura autobomba tanque e salvamento. As duas viaturas serão entregues ao Comando Regional Bombeiro Militar de Goiás.

O destino dos recursos foi definido em decisão colegiada, realizada em 8 de novembro deste ano, da qual participaram o juiz titular da 3ª VT, Luciano Fortini, o vice-presidente do TRT, desembargador Paulo Pimenta, e o procurador do trabalho Januário Ferreira.

Veja matérias relacionadas abaixo:

Recursos de R$ 1,7 milhão resultantes de acordo em Ação Civil Pública serão destinados à segurança pública em Goiás

Cerca de R$ 1 milhão, resultante de acordo, será destinado à compra de veículos para a segurança pública em Goiás

Setor de Imprensa/CCS

Esta entrada foi publicada em Notícias, TRT18 e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.