Publicado no Facebook vídeo produzido pelo TRT-18 para campanha de prevenção de acidentes de trabalho

Facebooktwitteryoutubeinstagram

O TRT de Goiás (Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região) publica hoje o relato do trágico acidente de trabalho de Pedro Jovencio dos Santos, um caminhoneiro goiano de 50 anos. A história faz parte da campanha “25 motivos para prevenir acidentes de trabalho: essa história não pode se repetir”, realizada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) e o Conselho Superior da Justiça do Trabalho, em parceria com os 24 Tribunais Regionais do Trabalho (TRTs).

O objetivo da campanha é chamar a atenção da sociedade para a necessidade da prevenção dos acidentes de trabalho, por meio de relatos reais de trabalhadores de várias partes do Brasil que sofreram esse tipo de acidente. As histórias são contadas em vídeos curtos e estão sendo divulgadas durante o mês de julho nas páginas oficiais dos tribunais e do CSJT no Facebook.

A ação é uma iniciativa do Programa Trabalho Seguro da Justiça do Trabalho e marca o Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho, lembrado no dia 27 de julho. A data foi escolhida em 1972, em decorrência da implementação, pelo extinto Ministério do Trabalho, do serviço obrigatório de segurança em medicina do trabalho em empresas com mais de 100 empregados.

Acesse o Facebook do TRT18 para ver o vídeo e, para ver todas as histórias da campanha,  acesse o perfil do CSJT no facebook.

Assista abaixo o vídeo no canal do TRT-18 no YouTube.

Sobre o acidente

O motorista de caminhão Pedro dos Santos costumava trabalhar no transporte de frutas e verduras, fazendo o carregamento em vários locais dos estados de Goiás e Minas Gerais. Em 2016, ele foi até uma fazenda situada no município de Vianópolis – GO para abastecer o caminhão com repolho.

Com a carga alta e com poucas cordas para prender as caixas ele iniciou a viagem de retorno para a cidade de Anápolis – GO, na Rodovia GO-010. Na entrada de uma curva à esquerda o caminhão tombou, fazendo com que o trabalhador sofresse lesões no braço. Em razão do trágico acidente e diante da gravidade das lesões, Pedro teve o braço esquerdo amputado na altura do bíceps, tornando-se incapaz de voltar a exercer sua profissão.

Maurício Pimentel/Setor de Multimídia-TRT18, com informações do CSJT

Facebooktwitter

Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Notícias, TRT18 e marcada com a tag , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.