Os desembargadores Elza Silveira e Aldon Taglialegna são eleitos novos dirigentes do TRT

A desembargadora Elza Silveira comandará a Justiça do Trabalho goiana nos próximos dois anos. A solenidade de posse será no dia 25 de janeiro de 2013

Em sessão realizada nesta segunda-feira, 19/11, o Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região elegeu, por unanimidade, os novos dirigentes para o biênio 2013/2015. A desembargadora Elza Silveira assumirá o cargo de presidente do TRT goiano em solenidade a ser realizada no dia 25 de janeiro de 2013. Já o desembargador Aldon Taglialegna ocupará o cargo de vice-presidente.

O atual presidente do TRT, desembargador Mário Bottazzo, desejou sucesso aos dirigentes eleitos. “Que as nossas diferenças façam de nós um grupo melhor e que possamos somar as nossas habilidades para o bem do Tribunal e para o bem de todos para os quais trabalhamos”, disse o presidente Bottazzo.

A desembargadora Elza Silveira falou sobre a honra de compor o Tribunal e agradeceu a Deus, aos pais, aos colegas e aos servidores do TRT. “Tudo farei para honrar esta Casa”, disse a magistrada emocionada. Ela destacou a gratidão para com todos os que trabalharam com ela nesses 20 anos dedicados à Justiça do Trabalho. A desembargadora também se comprometeu a dar continuidade administrativa à frente do Tribunal, ressaltou o trabalho das mulheres juízas e disse que a promoção da qualidade de vida no trabalho será uma das metas de sua gestão.

O desembargador Aldon Taglialegna foi eleito para o cargo de vice-presidente do TRT

Elza Silveira ainda ressaltou que sua administração será simples mas eficiente e que o planejamento estratégico, que estará em plena execução nos próximos dois anos, terá espaço de relevo em sua gestão. “Que Deus nos ilumine e abençoe a mim e ao desembargador Aldon e agradeço a todos pela confiança em mim depositada, eu vim para somar, para trabalhar”, concluiu.

O desembargador Aldon Taglialegna se prontificou em ajudar a futura presidente no que for possível. “Que ela possa contar comigo em todos os momentos”, frisou.

Os novos dirigentes também receberam cumprimentos do presidente da Amatra XVIII, juiz Platon Neto, do procurador-chefe da PRT-GO, Januário Ferreira, e da desembargadora Kathia Albuquerque. “Conheci a mãe, a filha, a guerreira e se você chegou aqui foi com muito esforço e luta, e o que te segurou foi o seu trabalho”, disse a desembargadora.

Durante a sessão, os desembargadores também elegeram o novo diretor da Escola Judicial, o desembargador Platon Filho, e o novo Ouvidor do TRT18, cargo que será ocupado pela desembargadora Kathia Albuquerque. Na ocasião, também foram definidas as atribuições do vice-presidente.

Currículos

Elza Cândida da Silveira é natural da cidade de Sacramento, Minas Gerais. Bacharel em Direito pela PUC de São Paulo, tornou-se especialista em Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho, Direito Empresarial e Direito Processual Civil pela Faculdade Anhanguera – Centro Universitário de Goiás. Foi professora quando morou em São Paulo, entre os anos de 1966 e 1968. Trabalhou também como advogada e fiscal do Trabalho na DRT de SP. Em fevereiro de 1992, assumiu o cargo de juíza do Trabalho Substituta do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (Goiás). No ano seguinte, foi nomeada Titular da Vara do Trabalho de Itumbiara, transferindo-se, em seguida, para a 8ª VT de Goiânia, onde permaneceu até janeiro de 2009, quando foi promovida, por merecimento, a desembargadora do TRT goiano. Elza é diretora da Escola Judicial do TRT da 18ª Região desde junho de 2011.

Aldon do Vale Alves Taglialegna é natural de Tupaciguara, no Estado de Minas Gerais. Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Uberlândia/MG, com especialização em Direito Civil e Processo Civil pela Universidade Cândido Mendes do Rio de Janeiro, Aldon ficou em quinto lugar no concurso para carreira do Ministério Público de Minas Gerais, onde atuou entre os anos de 1987 e 1989. Em seguida, exerceu a atividade de docente concursado na área de Direito Penal na Universidade Federal de Uberlândia/MG, onde permaneceu até 1991, quando novamente é aprovado em concurso público, desta vez no cargo de juiz do Trabalho Substituto do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região, tomando posse em 1992. Aldon assumiu, sucessivamente, a titularidade das VTs de Jataí (maio e julho de 1992), de Catalão (julho/1992 a maio/1994) e da 10ª VT de Goiânia (maio/1994 a outubro/2009). Foi juiz convocado do TRT goiano de 2001 a 2009, quando toma posse no cargo de desembargador, em 28/10/2009.

Fabíola Villela/Lara Barros
Núcleo de Comunicação Social
(62) 3901-3390
Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.