TRT18 dá posse a quatro juízes do Trabalho substitutos

Juízes empossados: Jeanne Karla Bezerra, Johnny Vieira, Carlos Eduardo Gratão e Luiz Gustavo Alves

Quatro juízes tomaram posse no cargo de juiz do Trabalho substituto da 18ª Região na tarde desta sexta-feira, 19/12, em solenidade no Gabinete da Presidência do TRT18, em Goiânia. O ato solene foi realizado nas presenças dos desembargadores Platon Teixeira Filho e Paulo Pimenta, respectivamente o presidente e o vice-presidente do Regional. Também participaram da posse outros magistrados, entre eles Cleber Sales, presidente da Amatra18, servidores e familiares dos empossados.

Desembargador Platon Filho

 

Os juízes que agora integram a magistratura trabalhista da 18ª Região são oriundos de outros TRTs e vieram para Goiás por meio de remoção ou permuta. Jeanne Karla Ribeiro e Bezerra foi removida da 11ª Região (Amazonas e Roraima), Johnny Gonçalves Vieira e Luiz Gustavo de Sousa Alves foram removidos da 1ª Região (Rio de Janeiro) e Carlos Eduardo Andrade Gratão, ex-servidor do TRT18, é originário da 15ª Região (Campinas) e conseguiu o retorno para Goiás por meio de permuta.

Ao discursar na posse, o presidente Platon Teixeira Filho deu as boas-vindas aos magistrados. Ele destacou que o TRT18 os recebe de braços abertos e que o Tribunal tem um ambiente de trabalho muito bom, onde as pessoas procuram ser amigas e ajudar as demais. Platon também lembrou que o TRT18 foi o único regional trabalhista a conquistar o Selo Diamante, conferido pelo Conselho Nacional de Justiça. “Acho que vocês não vão se arrepender de terem escolhido vir trabalhar aqui”, frisou.

Juiz Cleber Sales

O presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho da 18ª Região (Amatra18), Cleber Sales, também deu as boas-vindas aos novos colegas em nome da associação que ele representa e disse que Goiás certamente ganhará com a experiência que os magistrados trazem das outras regiões. Ele afirmou ainda que a magistratura trabalhista na 18ª Região está coesa, preparada e em harmonia com a segurança jurídica para enfrentar os desafios da nova legislação trabalhista, após a reforma da CLT.

Wendel Franco
Seção de Imprensa-CCS

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.