Projeto Café Seguro leva orientação sobre trabalho seguro a empregados da Coca-Cola

Desembargador Welington Peixoto, coordenador regional do Programa Trabalho Seguro

O TRT de Goiás realizou a segunda edição do projeto “Café Seguro” na fábrica da Coca-Cola, em Trindade, na manhã de terça-feira, 25/9. Cerca de 150 trabalhadores assistiram à palestra Noções para a Prevenção de Acidentes do Trabalho, com o engenheiro de Segurança do Trabalho da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), José Carlos da Silva. Durante o evento foram distribuídas cartilhas da Justiça do Trabalho sobre prevenção de acidentes de trabalho e ao final foi servido um café da manhã.

O desembargador Welington Peixoto, coordenador regional do Comitê Gestor do Programa Trabalho Seguro, explicou que o objetivo do Café Seguro é trazer de forma simples para os trabalhadores a importância da utilização dos equipamentos de segurança e de manter um ambiente de trabalho seguro. Ele ressaltou o alto número de acidentes de trabalho no Brasil, na média de 700 mil por ano, e informou que entre os anos de 2012 e 2016 cerca de 33 mil trabalhadores perderam suas vidas no ambiente de trabalho. “Nós propomos esse diálogo, trazendo essas informações para que o trabalhador realize no dia a dia um trabalho digno e com segurança”, disse.

O procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT), Tiago Raniere, também conversou com os trabalhadores na abertura do evento. Para ele, é de grande valia para o trabalhador participar de eventos como esse, que aproxima o TRT, o MPT, o empregador e o trabalhador. Ele comentou que quando o trabalhador se acidenta, toda uma cadeia é acionada, desde o Sistema Único de Saúde, a Previdência, a empresa que fica sem funcionário e, principalmente, o trabalhador que fica sem trabalho e com a saúde comprometida.

Prevenção de Acidentes do Trabalho

Em sua palestra, o engenheiro José Carlos, que tem mais de 10 anos de experiência na área de segurança do trabalho, conseguiu de forma interativa e objetiva conscientizar os trabalhadores sobre a importância da prevenção de acidentes. Ele começou a palestra fazendo duas reflexões: Vocês querem se machucar no trabalho? O que vocês estão fazendo para evitar um acidente?

Engenheiro do Trabalho José Carlos

Para o engenheiro, a responsabilidade é de todos, do empregado e da empresa. Ele citou vários exemplos de acidentes que ocorreram apesar do uso correto de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e de se seguir os procedimentos adequados. Segundo ele, muitos trabalhadores acham que estão seguindo os procedimentos, mas se acostumam com a “paisagem”, com sua zona de conforto, e não conseguem perceber condições perigosas à sua volta. Isso, segundo ele, aumenta a possibilidade de acontecer um acidente. Ele pontuou que os EPIs não evitam acidentes, mas apenas servem para minimizar as consequências caso ocorram acidentes. “O que evita acidentes é o cuidado do trabalhador”, afirmou.

Trabalhadores assistem atentos as orientações sobre prevenção de acidentes de trabalho

José Carlos ressaltou que é necessário que o trabalhador saiba o objetivo de estar usando o EPI e comece a questionar se os equipamentos realmente lhe atendem. Ele considerou que o mais interessado na saúde e na segurança do trabalhador é ele mesmo. “Por isso é necessário que o trabalho seja feito com consciência, sem distrações, com observância de todo o ambiente, analisando quais os possíveis riscos ao seu redor”, orientou. Além das consequências na vida da vítima de acidente e na empresa, ele ressaltou que a família também acaba sendo prejudicada e a sociedade como um todo, pelo número crescente de inválidos e dependentes da Previdência Social.

Juliano Ribeiro, gerente de Recursos Humanos da Coca-Cola (Refrescos Bandeirantes)

O gerente de Recursos Humanos da Coca-Cola (Refrescos Bandeirantes), Juliano Ribeiro, agradeceu ao TRT por essa iniciativa e afirmou que ela está em sintonia com o trabalho que a empresa vem realizando com os seus colaboradores, com programas semanais de diálogo sobre segurança. “Ter vocês aqui nessa palestra é um grande passo que damos com a Justiça do Trabalho e, ao mesmo tempo, confirma nossas práticas de segurança. Essa conscientização é o ponto central do processo de prevenção de acidentes”, disse.

O evento foi promovido pelo TRT18, com recursos do TST destinados especificamente ao Programa Trabalho Seguro, e contou com a parceria do Ministério Público do Trabalho, do Sistema Sesi-Fieg e da empresa Refrescos Bandeirantes (Coca-Cola). A primeira edição do Café Seguro deste ano aconteceu no canteiro de obras do Complexo Trabalhista de Goiânia e contou com a participação de mais de 100 operários da construção civil.

Lídia Neves
Setor de Imprensa-CCS

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.