Campanha dirigida a advogados traz orientações para agilizar andamento processual

Layout da campanha de boas práticas do TRT-GO

“Informação correta é processo mais ágil!” Com esse slogan, a Coordenadoria de Comunicação Social e a Secretaria-Geral Judiciária do Tribunal Regional do Trabalho de Goiás prepararam uma campanha destinada aos advogados trabalhistas que atuam na 18ª Região contendo boas práticas no ingresso da ação no Processo Judicial Eletrônico (Pje), que imprimem maior agilidade na tramitação processual e diminuem as possibilidades de prejuízo aos advogados e aos seus clientes em casos em que, por falta de algum dado relevante, o processo possa ser arquivado.

A ideia de sensibilizar os advogados para essas questões partiu das Varas do Trabalho e foi apresentada à Secretaria-Geral Judiciária (SGJ) do TRT18 em forma de sugestões de melhorias. Entre elas, solicitar que o advogado forneça os telefones de contato/WhatsApp e endereço comercial dos reclamantes e testemunhas para que as Varas possam contatá-los mais facilmente. Nesse caso, como não há norma exigindo esse tipo de informação, a SGJ resolveu solicitar a colaboração dos advogados no sentido de facilitar o trabalho dos servidores de Varas e dar maior efetividade no cumprimento de mandados.

A veiculação da campanha de boas práticas se inicia nesta segunda, 11/3, tanto no PJe como nas redes sociais. No Pje, os banners dão diretamente a dica de boa prática e, para o facebook e instagram, foi preparado um “Quiz de boas práticas do Pje” para dialogar com a linguagem das redes sociais. O jogo de perguntas e respostas aborda, em 12 postagens, as principais omissões de informações ou equívocos cometidos durante o cadastramento do processo no sistema de tramitação eletrônica da Justiça do Trabalho.

Clique aqui para ter acesso ao conteúdo completo da campanha.

Wendel Franco
Setor de Imprensa/CCS

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.