Nota do diretor da Ejud18 por ocasião do encerramento da gestão 2019/2021

Facebooktwitteryoutubeinstagram

Prezados, este é o dia do agradecimento, ao término da minha gestão à frente da EJUD 18. E é, também, o momento de prestar contas do trabalho realizado nos dois anos de gestão.

Os números estão disponíveis na Escola e no quadro estatístico do Tribunal. E nos permitem afirmar que da sua instalação, pós-EC n. 45/2004, a Escola Judicial deste Regional já se firmou, já é tomada de um sentido de pertencimento à sua comunidade. Todos nós, desembargadores, magistrados, servidores e demais integrantes desta extensa família do direito do trabalho se interessam pelas atividades da Escola. Pessoalmente, fiz deste o norte da minha gestão; e minha percepção, descontada aquela recôndita gota imperceptível de vaidade, é que obtive êxito. Ótimo, a bem do engrandecimento da nossa Região. Todos nós que a integramos trabalhamos também com esta visão legítima de corpo.

Renovo aqui minha certeza de que o sucesso da gestão que ora se encerra foi decorrente da soma de esforços, habilidades e competências que foram empregadas na consecução de seus objetivos e, para tanto, a colaboração de todos, magistrados, servidores, instrutores convidados, Administração do Tribunal, ENAMAT, ESA-OAB, PUC GOIÁS e todos que, de alguma forma, interagiram com a Escola foi fundamental.

Destaco a contribuição do presidente do TRT 18ª Região, desembargador Paulo Pimenta, de Ricardo Lucena, diretor-geral do TRT 18, Lídia e toda a equipe da Comunicação Social do TRT18, da Adnólia e equipe do Cerimonial do TRT 18, e também do Murilo e sua Equipe da STI e faço uma menção honrosa ao meu assessor Fábio Borges, sempre um conselheiro atento. Agradeço, enfim, de todas as Unidades Administrativas do Tribunal, que tanto contribuem nessa sinergia de fazer funcionar a Escola.

Concluo agradecendo a todos que colaboraram com a organização de todos os eventos que foram realizados nestes dois anos, em especial aos servidores da Escola Judicial, Gil César, Keyla, Márcia, Marcelo, Luccy-Mayer, Gláucia, Jesus, Zélia, Ana, Conrado, Caroline e Fernando.

Ao juiz Carlos Alberto Begalles meus agradecimentos por sua importante atuação como coordenador pedagógico da Escola, dando continuidade ao trabalho desenvolvido pelo juiz Platon Teixeira de Azevedo Neto, que já neste ano assumiu a função de Juiz Auxiliar da direção da ENAMAT. Registro meus agradecimentos ao juiz Platon por sua colaboração com a EJUD 18, que é constante e muito além da função exercida.

Aos membros do Conselho Consultivo da Escola, desembargadores Geraldo, Iara e Silene, Juízes Alexandre e Fabiano, meus agradecimentos por suas importantes contribuições com esta gestão.

Tenho plena certeza que a EJUD 18 continuará a prestar um serviço de qualidade para a formação de magistrados e servidores do TRT 18 e para a comunidade, tendo, na próxima gestão, a desembargadora IARA TEIXEIRA RIOS como diretora e a desembargadora SILENE APARECIDA COELHO como vice-diretora.

Neste momento de despedida o sentimento que fica em meu coração e em minha memória é o de gratidão: a Deus pela vida e saúde, a todos que colaboraram com minha gestão pela dedicação e apoio incessante!

Muito obrigado a todos!

Desembargador EUGÊNIO JOSÉ CESÁRIO ROSA
Diretor da Escola Judicial
TRT 18ª Região

Facebooktwitter

Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Escola Judicial, Notícias, TRT18. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.