Tribunal decreta luto oficial pelo falecimento do prefeito Maguito Vilela

Facebooktwitteryoutubeinstagram

A Justiça do Trabalho em Goiás tem luto oficial decretado por três dias, sem suspensão de atividades e com hasteamento das bandeiras a meio mastro, pelo falecimento do prefeito da capital, Maguito Vilela. Ele faleceu na manhã desta quarta-feira, 13, após mais de 80 dias internado em UTI, onde lutava contra uma infecção pulmonar decorrente de complicações do tratamento da covid-19.

Maguito já foi eleito vereador, deputado estadual e federal e vice-governador. Também foi governador de Goiás entre 1995 e 1998, afastando-se em abril do último daqueles anos para se candidatar ao Senado Federal, tendo sido eleito e exercido o mandato até 2007, após o que foi nomeado por Guido Mantega, então ministro da Fazenda, como vice-presidente do Banco do Brasil.

Antes de disputar as últimas eleições, foi eleito prefeito de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, por duas vezes, em 2008 e 2012. Ele deixa a esposa Flávia, quatro filhos: Vanessa, Daniel, Maria Beatriz e Miguel; uma enteada, Anna Liz; e quatro netos.

Comunicação Social/TRT-18 com informações do G1

Facebooktwitter

Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Notícias, TRT18. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.