Juízes do trabalho lançam concurso de redação para escolas públicas da cidade de Goiás

Em visita às escolas, juízas, servidoras e advogados também tiram dúvidas de alunos sobre direito do trabalho

Juízes do trabalho, por meio de sua associação, Amatra-18, lançam concurso de redação com o tema “o futuro do trabalho digno” para alunos do 5º ano do ensino público da cidade de Goiás. A ação faz parte do programa Trabalho, Justiça e Cidadania (TJC), retomado em agosto deste ano com a capacitação de diretores e professores para ensino lúdico de direito e cidadania, com destaque para utilização em sala de aula da Cartilha do Trabalhador.

Voluntários do TJC com alunos de escola municipal na cidade de Goiás

O concurso de redação foi lançado nos dias 8 e 9 de outubro durante atividade de “tira-dúvidas” realizada pelas juízas do trabalho Andressa Kalliny e Wanessa Vieira nas turmas de 5º ano de quatro escolas públicas da cidade de Goiás. Elas estiveram acompanhadas das servidoras Sálua Morais, Bruna Vieira e Mariana Vitor, da Vara do Trabalho de Goiás, e dos advogados Haroldo Neto, Leticia Bonifacio e Jyllyanne Lopes.

Na oportunidade, alunos que já vinham trabalhando os temas da Cartilha do Trabalhador puderam apresentar suas dúvidas e serem respondidos pelas juízas, advogados e servidoras da Justiça do Trabalho. Para a juíza Andressa, a vivência foi muito rica e importante, pois aproxima o Judiciário da sociedade e proporciona troca de experiências. “Foram muitas as dúvidas e todas conectadas às realidades dos estudantes e de suas famílias”, disse Andressa, destacando que a ampla participação denota o engajamento dos professores no projeto, que trabalharam muito bem os temas em sala de aula. “Cada um desses estudantes vai se tornar multiplicador das noções de direito aprendidas”, concluiu a juíza.

Alguns dos trabalhos apresentados pelos estudantes sobre Direito do Trabalho

Como parte da visita, os alunos também apresentaram trabalhos, desenhos e recitaram poesias sobre os temas debatidos. Em uma das escolas, os alunos realizaram uma encenação teatral. A servidora Sálua Morais se disse muito grata com a experiência voluntária no projeto. “Você se sente parte de algo maior e que pode mudar a vida das pessoas”, disse, explicando que após as atividades, as crianças passaram a incluir também profissões jurídicas na lista das que querem ser quando crescer.

O auge do projeto está previsto para acontecer no dia 14 de novembro, quando os alunos participantes irão até Goiânia para conhecer o Tribunal e realizar apresentações culturais (uma por escola) no auditório do Fórum Trabalhista de Goiânia. Neste momento, também haverá entrega de prêmios aos vencedores do concurso de redação e outras atividades educativas preparadas pelos juízes do trabalho.

Programa Trabalho, Justiça e Cidadania
O programa é uma iniciativa da Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho (Anamatra) desde 2004 e desenvolvido regionalmente pelas Amatras, Associações de Magistrados de cada Estado ou região do país. Mais de 150 mil já pessoas foram alcançadas pelo programa, incluindo 15 mil educadores em 22 estados e no Distrito Federal. Por meio do programa, juízes do trabalho em parceria com membros do Ministério Público, advogados, professores de Direito e servidores do Judiciário, levam noções básicas de Direitos Fundamentais, Direito do Trabalho, Direitos da Criança e do Adolescente, Direito do Consumidor, Direito Penal, ética e cidadania nas escolas, especialmente as públicas, de diversos estados e municípios.

Entre as ações realizadas, o programa possibilita a visita dos alunos a instituições do Poder Judiciário, entre outras atividades em que alunos participam com o acompanhamento de professores e juízes. Outro instrumento utilizado pelo programa é a Cartilha do Trabalhador. Elaborada em linguagem simples e atrativa, permite ensinar direitos e deveres do cidadão, assim como o funcionamento da Justiça do Trabalho, de forma didática. Clique aqui e assista ao vídeo sobre o programa.

Como se voluntariar
Juízes, servidores, procuradores, advogados e demais interessados em se voluntariar para participar das atividades do programa Trabalho, Justiça e Cidadania devem entrar em contato com a Amatra-18 pelos telefones (62) 3285-4863/5337 ou pelo e-mail secretaria.amatra18@gmail.com

Lídia Barros
Setor de Imprensa/TRT-18

Esta entrada foi publicada em Notícias, TRT18. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.