Gestores e profissionais de 40 estabelecimentos de saúde de Goiás realizam capacitação em saúde e segurança do trabalho

Facebooktwitteryoutubeinstagram

O TRT de Goiás participou, na última terça-feira (1º/10), da abertura da 1ª Capacitação Multidisciplinar de Saúde e Segurança do Trabalho para Gestores, Diretores e Profissionais da Área da Saúde. Profissionais de 40 instituições de saúde de todo o estado receberam orientações sobre prevenção de acidentes ocupacionais, desenvolvimento de boas práticas e conheceram modelos exitosos de gestão de segurança do trabalho em ambientes hospitalares. A capacitação ocorreu no auditório do Hospital Estadual Alberto Rassi (HGG), em Goiânia, e contou com a presença do desembargador Welington Peixoto, coordenador regional do programa Trabalho Seguro da Justiça do Trabalho, e do juiz Platon Teixeira Neto, coordenador pedagógico da Escola Judicial do TRT-18.

O evento foi promovido pelo Ministério da Economia, por meio da Superintendência Regional do Trabalho em Goiás (SRT/GO), e contou com a parceria da Procuradoria Regional do Trabalho da 18ª Região, do Conselho Regional de Farmácia de Goiás, da Escola Judicial do TRT 18ª Região, da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás e do Sindicato Nacional dos Autores Fiscais do Trabalho (Sinait).

O desembargador Welington Peixoto ressaltou a importância do evento que aliou a capacitação à prevenção e representou uma quebra de paradigma em termos de saúde hospitalar. “O próximo passo é a fiscalização do cumprimento das NRs voltadas à saúde do trabalhador e do meio ambiente do trabalho”, disse. O magistrado ainda destacou o modelo exitoso do HGG, que hoje é gerido por uma OS, e que se tornou exemplo para outras unidades em Goiás.

Na ocasião, Jacqueline Carrijo, coordenadora das Auditorias do Trabalho nos Estabelecimentos de Saúde Pública e Privada da SRT/GO e organizadora do evento, destacou que a complexidade dos temas que envolvem a segurança do trabalho no ambiente hospitalar exige um tratamento multiprofissional, tanto para a tomada de decisões técnicas como para as administrativas, econômicas e operacionais. “Hospitais são ambientes de trabalho complexos, que possuem máquinas, equipamentos, fiação elétrica, geradores, estação de energia, vasos de pressão etc. Assim, devem possuir e manter em operação permanentemente rotinas de controle de segurança do trabalho realizadas por profissionais habilitados”, ressaltou.

Jacqueline Carrijo enfatizou ainda que a capacitação visou a elaboração e a manutenção eficaz de três programas para os hospitais e a segurança dos trabalhadores: Programa para Gerenciamento de Resíduos dos Serviços de Saúde, Prontuário de Instalações Elétricas voltados para o sistema elétrico hospitalar, e o Protocolo de SST em razão da Farmácia Hospitalar.

Na ocasião, foram apresentados dois modelos exitosos como o HGG e o modelo da Farmácia do Hospital Santa Bárbara. “É importante mostrar que é possível fazer o melhor”, concluiu.

Setor de Imprensa/TRT-18

Facebooktwitter

Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Notícias, TRT18. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.