Tribunal institui programa de boas práticas e vai premiar com dinheiro as melhores iniciativas

O presidente do TRT de Goiás, desembargador Platon Teixeira Filho, editou esta semana a Portaria TRT 18ª SGJ/GP nº 2296/2018, que institui o Programa Boas Práticas, cujo objetivo é reconhecer e incentivar as atitudes proativas dos servidores que se destacam pela relevância e eficiência. As três melhores iniciativas de cada área, judiciária e administrativa, serão premiadas durante a I Mostra de Boas Práticas, que será realizada no dia 19 de outubro deste ano, em homenagem ao Dia do Servidor Público, que é comemorado em 28/10. A primeira colocada receberá R$ 1.500,00; a segunda R$ 1.000,00 e a terceira R$ 500.

Conforme a portaria, as unidades judiciárias e administrativas poderão inscrever suas práticas de gestão sem limites por unidade, mediante o preenchimento de formulário próprio disponibilizado no Portal da Gestão Estratégica e no link abaixo. As inscrições deverão ser enviadas à Secretaria-Geral Judiciária pelo e-mail boaspraticas@trt18.jus.br entre os dias 13 e 30 de agosto.

Serão consideradas boas práticas as iniciativas que contribuam com pelo menos dois dos seguintes critérios: (1) contribuir para a consecução de pelo menos um objetivo estratégico do Planejamento Estratégico Institucional; (2) melhorar os serviços prestados diretamente aos jurisdicionados; (3) apresentar resultados financeiros positivos, com redução de custos; (4) resultar em melhoria nos processos de trabalho; (5) possuir caráter inovador, implicando mudança real da situação vigente e (6) utilizar de forma eficiente os recursos disponíveis na unidade, incluindo recursos físicos, administrativos, temporais e de pessoal.

Comissão avaliadora
A Comissão de Avaliação Prévia das Boas Práticas será composta pelo vice-presidente, diretor geral, secretário-geral judiciário, secretário-geral da Presidência; secretária de Gestão de Pessoas; secretário de Gestão Estratégica e dois servidores.

A avaliação para seleção das boas práticas será norteada pelos seguintes critérios: (1) validade da inscrição, (2) abrangência da boa prática e (3) resultados e metas. Serão classificados dez finalistas, cinco da área administrativa e cinco da área judiciária, e serão premiadas as três mais bem classificadas de cada área.

Acesse aqui a Portaria TRT 18ª SGJ/GP Nº 2296/2018 na íntegra e o formulário para inscrição de sua boa prática.

Lídia Neves
Setor de Imprensa-CCS

Esta entrada foi publicada em Gestão e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.