Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho é lembrado pelo TRT

DIA VITIMAS ACIDENTEA data passou a ser comemorada após um acidente ocorrido em 28 de abril de 1969, quando 78 mineiros morreram em explosão na mina de Farmington, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos. A Organização Internacional do Trabalho (OIT) adotou, em 2003, o 28 de abril como data oficial da segurança e saúde nos locais de trabalho que hoje é celebrada mundialmente. No Brasil, foi criado o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho pela Lei 11.121/2005. A data é lembrada desde 2005.

O Brasil não tem muito que comemorar. Em 2012 ocorreram 705.239 acidentes de trabalho segundo o anuário estatístico da Previdência Social, número que se mantém desde 2008 no país. Do total de trabalhadores acidentados 2.731 foram a óbito no mesmo ano. Em Goiás, ocorreram 16.335 acidentes e 128 mortes.

Para a presidente do TRT, desembargadora Elza Silveira, a data foi a maneira encontrada para que todas as instituições, públicas e privadas, empregadores e empregados promovam o debate sobre a importância da adoção de medidas de prevenção a acidentes que garantam a saúde e integridade física dos trabalhadores. “Podemos evitar que milhares de pessoas sejam mutiladas ou mortas todos os anos com medidas simples, mas eficazes, de segurança e saúde no ambiente de trabalho”, destacou a desembargadora que também lembrou a recente campanha Trabalho Seguro lançada pelo TRT no setor de transportes.

A demanda por ações na Justiça do Trabalho goiana aumentou nos últimos três anos. Em 2013, foram ajuizadas 6.814 ações trabalhistas envolvendo os temas acidente de trabalho, doença ocupacional e estabilidade acidentária contra 5.654 ações recebidas em 2012 e 3.192 reclamatórias protocoladas em 2011.

 

Sem título-1 

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.