Desembargador Breno Medeiros, presidente do TRT de Goiás, concorre a vaga de ministro do TST

O desembargador Breno Medeiros, presidente do TRT de Goiás, compõe lista tríplice que será encaminhada ao presidente da República para a escolha do nome que irá ocupar cargo vago de ministro do Tribunal Superior do Trabalho em razão da aposentadoria do ministro Antonio José de Barros Levenhagen.

A definição dos nomes ocorreu hoje,18/9, durante sessão do Tribunal Pleno do TST. Além do presidente do TRT goiano, também concorrem ao cargo o desembargador Samuel Hugo Lima, do TRT 15ª Região, e o desembargador Francisco Rossal de Araújo, do TRT da 4ª Região.

Currículo do desembargador Breno Medeiros

Natural de Curitiba (PR), Breno Medeiros foi promotor de Justiça em sua cidade natal e atuou como juiz em Goiânia (9ª VT da capital) antes de assumir o cargo de desembargador do TRT18, em outubro de 2009. Foi convocado para atuar no Tribunal Superior do Trabalho (TST) entre os anos de 2014 e 2015.

O magistrado possui especialização em Engenharia da Qualidade – MBA – Escola Politécnica da Universidade de São Paulo/USP. Breno Medeiros foi vice-presidente e corregedor do TRT18 no biênio 2015-2017 e é o atual presidente do TRT da 18ª Região, tendo assumido o cargo no dia 3 de fevereiro deste ano.

Além da presidência do TRT goiano, ocupa o cargo de conselheiro do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), representado a região centro-oeste, e é o representante do Colégio de Presidentes e Corregedores dos Tribunais Regionais do Trabalho (Coleprecor) junto ao Comitê Nacional do PJe.

Márcia Bueno
Seção de Imprensa – CCS

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.