Correição: VT de Palmeiras e Posto de Pires do Rio se destacam nas metas da conciliação e do julgamento de processos de grandes litigantes

Facebooktwitteryoutubeinstagram
Equipe da Corregedoria com juiz e servidores da VT de Palmeiras

Equipe da Corregedoria com juiz e servidores da VT de Palmeiras

Correição realizada na Vara do Trabalho de Palmeiras de Goiás e no Posto Avançado de Pires do Rio nos dias 2 e 3 deste mês revelou que as duas unidades cumpriram quatro das sete metas estabelecidas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no ano de 2018 e, no atual exercício, a Vara e o Posto já conseguiram cumprir total ou parcialmente cinco metas no período analisado, referente aos meses de janeiro a outubro. A meta da conciliação foi uma das atingidas, com índice de acordos de 70,2% em 2018 e de 63% em 2019.

Equipe da Corregedoria com juiz e servidores do Posto Avançado de Pires do Rio

Equipe da Corregedoria com juiz e servidores do Posto Avançado de Pires do Rio

As duas unidades judiciárias também conseguiram atingir percentuais bem superiores a 100% na meta 7, que está relacionada à prioridade no julgamento dos processos dos maiores litigantes. No ano passado, o índice de cumprimento dessa meta foi de 220,5% e, em 2019, o índice chegou a 184,8% no período referente aos dez primeiros meses do ano.

Juiz Cleidimar de Almeida (à esquerda) com o corregedor Daniel Viana

Juiz Cleidimar de Almeida (à esquerda) com o corregedor Daniel Viana

O corregedor do TRT-18, desembargador Daniel Viana, observou também que a Vara do Trabalho de Palmeiras figura em 14º lugar no ranking do Índice Nacional de Gestão de Desempenho da Justiça do Trabalho (IGest), da Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho. Essa classificação considerou as 93 Varas Trabalhistas existentes no país dentro da mesma movimentação processual.

Prazos

Diretor da VT de Palmeiras, Adelvair Costa (à esquerda), em reunião com o desembargador-corregedor

A ata correicional informa que o prazo médio da entrega da prestação jurisdicional na Vara de Palmeiras e no Posto de Pires do Rio, até o mês de outubro deste ano, era de 74 dias no rito sumaríssimo e de 149 dias no ordinário, abaixo da meta fixada pela Corregedoria Regional, de 90 e 180 dias, respectivamente.

Quanto aos serviços prestados pelas secretarias da Vara e do Posto, o desembargador Daniel Viana destacou que os processos estão sendo regularmente impulsionados, com observância dos prazos legais e das determinações emanadas pelo magistrado titular. Segundo a ata, o diretor de Secretaria da VT de Palmeiras, Adelvair Alves da Costa, bem como o diretor do Posto Avançado de Pires do Rio, Marco Antônio Marques de Matos, mostraram-se diligentes com suas atribuições e atentos às orientações da Corregedoria Regional, o que certamente contribuiu para os resultados positivos aferidos na visita correcional.

Diretor do Posto de Pires do Rio, Marco Antônio Matos (à esquerda), com o corregedor

Diretor do Posto de Pires do Rio, Marco Antônio Matos (à esquerda), com o corregedor

A ata ressalta, por fim, que a impressão da Corregedoria Regional parece ser a mesma do público externo, já que na última pesquisa de satisfação promovida pelo Tribunal, a Vara do Trabalho de Palmeiras de Goiás e o Posto Avançado de Pires do Rio foram bem avaliados nos quesitos “cordialidade no atendimento”, “clareza e precisão das informações prestadas pelos servidores”, “rapidez e facilidade de acesso às informações”, “rapidez na solução dos processos” e “atuação dos magistrados”. Em razão disso, o desembargador-corregedor parabenizou o juiz Cleidimar de Almeida e toda a equipe de servidores da Vara do Trabalho e do Posto Avançado pelo comprometimento e operosidade no desempenho de suas tarefas.

Advocacia

A ata correicional menciona ainda os elogios feitos pela advogada Talitta Leão Dias por ocasião da visita do corregedor. A advogada registrou sua satisfação com a presteza e a cordialidade dos servidores no atendimento aos advogados, não havendo nenhuma crítica com relação aos trabalhos desempenhados pela Vara Trabalhista.

Leia a ata correicional aqui.

Setor de Imprensa/TRT-18

Facebooktwitter

Esta matéria tem cunho meramente informativo, sem caráter oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Comunicação Social
Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
comunicacao@trt18.jus.br

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.