Ato para defender a Justiça do Trabalho será realizado no dia 30 de maio no Fórum Trabalhista de Goiânia

AtoDefesaJTO Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região e instituições parceiras organizam um Ato Público em Defesa da Justiça do Trabalho, que será realizado no dia 30 de maio de 2016, segunda-feira, às 14 horas no térreo do Fórum Trabalhista de Goiânia. A finalidade é protestar contra o duro corte orçamentário sofrido pela Justiça do Trabalho, o qual ameaça o pleno funcionamento dos Tribunais, podendo prejudicar a entrega da prestação jurisdicional e, em última análise, os trabalhadores brasileiros.

Para tratar do Ato, o presidente do TRT de Goiás reuniu-se na última terça-feira com os representantes das seguintes instituições e entidades: a Associação dos Magistrados do Trabalho da 18ª Região (AMATRA 18), o Ministério Público do Trabalho em Goiás, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás, a Associação dos Advogados Trabalhistas do Estado de Goiás (AGATRA), o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal do Estado de Goiás (SINJUFEGO) e a Associação dos Servidores da Justiça do Trabalhista do Estado de Goiás (ASJUSTEGO).

Como já é sabido, o corte brusco realizado no orçamento da Justiça do Trabalho a partir de 2016 foi da ordem de 29% das despesas de custeio e de 90% dos recursos de investimento. A medida repentina tem comprometido gravemente o exercício das funções institucionais do TRT de Goiás e põe em risco a qualidade dos serviços prestados.

Assim, para manter o bom funcionamento da JT em Goiás e atender com excelência o jurisdicionado goiano, o TRT de Goiás e as entidades acima elencadas conclamam todos a participarem do Ato pela Defesa da Justiça do Trabalho, a fim de corrigir o tratamento desigual a este ramo do Poder Judiciário por meio da imediata recomposição orçamentária.

Seção de Imprensa – DCSC

Ouça abaixo a notícia veiculada na Rádio Web TRT Goiás.

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.