Assinada escritura do edifício que abriga a Vara do Trabalho de Palmeiras de Goiás

O diretor-geral do TRT, Ricardo Lucena, intermediou a finalização do processo de compra do prédio, acompanhado do superintendente da SPU Humberto Peixoto, e a senhora Euripa Silva, antiga proprietária. Os servidores da SPU, Uzias Júnior, coordenador, e Laís Cardoso, assinaram o documento como testemunhas

Com a aquisição do imóvel, todas as unidades judiciárias da 18ª Região trabalhista contam agora com sede própria.

O TRT-18 selou a compra do edifício onde funciona a Vara do Trabalho de Palmeiras de Goiás. O contrato de compra e venda de imóvel, com força de escritura pública, foi assinado na tarde desta segunda-feira, 30/9, entre a União, por meio da Superintendência do Patrimônio da União no Estado de Goiás (SPU/GO), e a empresa Agropecuária Iapuru Ltda, antiga dona do prédio.

Segundo informou o diretor-geral Ricardo Lucena, que representou o Tribunal no ato de assinatura da escritura, o imóvel foi comprado pelo valor de R$ 1.180.000,00. Os recursos foram repassados pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), por meio do Programa Nacional de Implantação de Varas da Justiça do Trabalho. “A partir de agora todas as Varas do Trabalho em Goiás contam com sede própria e o Tribunal possui hoje apenas um imóvel locado, que é o do estacionamento da rua T-29 em Goiânia, que também entregaremos em breve”, anunciou Lucena.

O imóvel, que abriga a Vara do Trabalho de Palmeiras de Goiás, inaugurada em maio de 2018, conta com uma área total de 8.777,20 m², sendo 435,66 m² de área construída. O prédio está situado no Km1 da GO-156, na entrada da cidade, e foi totalmente reformado à época. Na negociação para a compra o imóvel, o TRT conseguiu abater o valor gasto na reforma, num total de R$ 307.467,82

Fabíola Villela
Setor de Imprensa/TRT-18

Esta entrada foi publicada em Notícias, TRT18. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.