Gestão Socioambiental

Sustentabilidade e Justiça Social

Fortalecer a Responsabilidade Socioambiental é contribuir para a missão do TRT da 18ª Região de promover a paz social mediante a solução dos conflitos trabalhistas com qualidade, efetividade e satisfação da sociedade

Assumir novas responsabilidades tem sido característica marcante no Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região. Nesse contexto, tomamos por norte a Agenda 2030 da ONU — um conjunto de programas, ações e diretrizes que orientam os trabalhos das Nações Unidas, seus países membros  e suas instituições rumo ao desenvolvimento sustentável.

Em fevereiro de 2019, a Gerência de Responsabilidade Socioambiental teve seu foco de competência ampliado, agora vinculada à Secretaria-Geral de Governança e Estratégia. A Gerência é responsável pelo planejamento, elaboração e acompanhamento de medidas, com a fixação de metas, visando ao uso racional dos recursos, o combate ao desperdício e a eficiência dos gastos públicos.

logo trt sustentavel

 

Plano de Logística Sustentável do TRT da 18ª Região

Para atender às demandas próprias da responsabilidade socioambiental da instituição, e tendo por base a Resolução nº 201, de 3 de março de 2015, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que dispõe sobre a implantação do Plano de Logística Sustentável do Poder Judiciário (PLS-PJ), o Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região reestruturou o seu PLS em março de 2017, ampliando as metas de redução de gastos. Está já é a terceira edição do PLS da 18ª Região, sendo a segunda de 2015 e a primeira de 2013. O documento está voltado para o aperfeiçoamento contínuo da qualidade do gasto público, para o uso sustentável de recursos naturais e bens públicos e para a promoção da qualidade de vida no trabalho.

Com a elaboração e execução do PLS, o Tribunal vem tendo a oportunidade de instituir um programa planejado de ações de sustentabilidade que, além de atender às exigências legais, ainda promove um verdadeiro ganho institucional. Ações de sustentabilidade constantes nas áreas de materiais de consumo, energia elétrica, água, coleta seletiva e contratações sustentáveis vem apresentando como efeitos positivos a economia de gastos públicos, a redução do desperdício e a conservação de recursos naturais.

Plano de Logística Sustentável 2017

Plano de Logística Sustentável 2015

Plano de Logística Sustentável 2013

Ações desenvolvidas na 18ª Região Trabalhista:

Coleta de pilhas, baterias e celulares usados – serviço aberto a toda comunidade Clique aqui!

BIÊNIO 2017/ 2018 Clique aqui!

BIÊNIO 2015/2016 Clique aqui!

BIÊNIO 2013/2014 Clique aqui!

Subpáginas

Os comentários estão encerrados.